Veja isso – Moradores pedem ajuda contra ratazanas

Casas abandonadas na Rua Américo Brasiliense, na área central de Araraquara vêm causando transtornos aos vizinhos há anos

805

É dramática a situação de moradores da Rua Américo Brasiliense, em Araraquara, que há cerca de 30 anos tem que conviver com a sujeira, usuários de drogas, proliferação de caramujos africanos, materiais inservíveis e agora ratazanas que vivem em quatro casas semi destruídas em meio a um extenso matagal. Construções que perigam vir abaixo a qualquer momento, onde todo o espaço mostra total abandono.

Desde 2016, vereadores vistoriam o local e pedem providências, mas até o momento os proprietários não demoliram os imóveis. Em janeiro de 2018, o proprietário do terreno disse em uma reportagem que faria a demolição após a limpeza do terreno, mas não o fez.

Umas das quatro casas que estão caindo

Na tarde desta quinta-feira (20), antes da chuva, os ratos passeavam pela goiabeira em meio aos entulhos e foram vistos pelo vereador José Carlos Porsani (PSDB) que atendendo pedido de moradores dos arredores, vistoriou o local e fez também requerimento à Prefeitura para que entre em contato com os proprietários para que soluções efetivas sejam tomadas.

Segundo um vizinho informou ao Portal RCIA “a Vigilância Sanitária passa pelo terreno da uma benzida e vai embora, nunca vemos melhora, na região já tem gente com dengue, porque uma das casas é ocupada por uma pessoa que recolhe material reciclável e deixa tudo jogado pelo quintal” – afirma ele.

O local necessita da ação do município, pois se percebe que a ganância em valorizar o espaço para especulação imobiliária vem ganhando há anos do respeito ao próximo.