Início Cidade

Via Expressa e Avenida 36 passarão por reformulação

Expressa terá redução de velocidade e Avenida Padre Francisco Salles Colturato melhorias na sinalização

313

A Coordenadoria Executiva de Mobilidade Urbana esclareceu que o projeto que trata do limite de velocidade na Avenida Maria Antônia Camargo de Oliveira, a Via Expressa, que já foi realizado pregão para escolha da empresa que vai prestar o serviço e o contrato já foi assinado. A empresa que apresentou a melhor proposta foi a Sinal Ronda Sinalização.

A redução de velocidade da via foi uma orientação do Detran (Departamento de Trânsito), devido ao alto índice de acidentes que ocorrem no local. Não há previsão de instalação de novos radares na via.

Com a autorização do Detran, será elaborada agora uma Ordem de Serviço para que a empresa inicie a implantação do projeto no dia 1º de dezembro. Dentro desse projeto está previsto a troca de sinalização vertical e horizontal da via, colocação de semáforos e gradil na região do Colégio Conexão.

Essa ação faz parte do convênio do programa “Respeito à Vida” assinado pela Prefeitura com o Governo do Estado, através do Detran. O prazo para a conclusão dessa primeira etapa do convênio é de até 45 dias. Ao todo estão previstas 3 etapas dentro do convênio e o valor total de investimento é de R$ 1.4 milhão. A segunda etapa do convênio será realizada na Avenida Padre Francisco Salles Colturato onde estão previstas as melhorias na sinalização horizontal e vertical, colocação de semáforo e defensa metálica na região do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP). Para última etapa desse convênio devem ser realizadas campanhas informativas, palestras educativas, distribuição de panfletos, outdoors e inserções na mídia.