Início Cultura e Lazer

FIDA 2021: abertura do festival ocorre nesta quarta (22/09) com atrações remotas

Programação segue até o dia 30 de setembro com atividades gratuitas sob o tema “Dançar para sustentar o ceú”

29
Linn da Quebrada (SP) é a convidada para a live “Pense & Dance”. (Foto: Divulgação)

O FIDA – Festival Internacional de Dança de Araraquara realiza a sua abertura oficial nesta quarta-feira, 22 de setembro, juntamente com a chegada da Primavera. Por isso mesmo, a abertura será às 16h21 – horário oficial do início desta estação. A programação do festival acontece de forma remota, (exceto pelas residências artísticas efetuadas de maneira presencial), podendo as atividades ser acompanhadas pelo canal da Prefeitura de Araraquara no YouTube gratuitamente.

PENSE E DANCE

A programação tem início com a apresentação do clipe “Pense & Dance” trazendo artistas da dança, teatro e performance, seguida de depoimentos.

Idealizado por Gilsamara Moura, que assina a curadoria do FIDA, o vídeo tem direção, produção e roteiro de Vita Pereira, direção de fotografia e pós produção de Pedro Pimenta, e figurino e styling de Edi Balisteri e Maluana Fernanda.

“Com a presença de Linn da Quebrada em nossa abertura, vi na música Pense & Dance, de sua autoria, uma possibilidade de ritualizar, contemporaneamente, nossa dança-pensamento que aterra nesse chão Brasil/Braseiros. Des-romantizar e des-folclorizar os povos originários de nosso país é algo urgente. Por isso, nesta edição do FIDA, propusemos reunir uma pluralidade de corpas para compor um clipe em que o aterramento seja o mote para conscientizar sobre a luta pela terra, pela floresta, pela água é, definitivamente, de todos nós.  E é com arte, com dança que fazemos isso; e posso garantir que é potente.”

Participam do vídeo: Edu Ó; Thiago Cohen; Douglas Emilio; Heitor Leony Oliveira Souza; Victor Ferrari; Maria Hermínia de Souza Gomes; Maluana Fernanda E. Santos; Domenica Morvillo; Edison Balisteri; Maré Trajano da Silva Santos; Sol Dantas Saraiva; Victor H. Silva Santos; Sabrina Rocco Ferreira; Amanda Barbosa dos Reis; Reidner Jean da Silva Rafael; Gilsamara Moura; Carlos Fonseca; Maia Caotika e equipe da Secretaria Municipal de Cultura, Oficinas Culturais, FUNDART.

Após a exibição, haverá um vídeo com depoimentos sobre o FIDA, contando com a participação de: Edinho Silva (prefeito de Araraquara), Teresa Telarolli (secretária de Cultura), Dulce Aquino (UFBA), José Paulo dos Santos (Rosas Company – Bélgica) e Kranya Díaz-Serrano (Profa. Dra. USP-Ribeirão Preto).

 LINN DE QUEBRADA

A multiartista, performer e pensadora Linn da Quebrada é a convidada para a live “Pense & Dance”, com início às 17 horas. Pensando questões sobre cultura, arte, pesquisa, diversidade e pluralidade de corpas, a participação de Linn será emblemática na programação do FIDA.

Foi na música que a artista multimídia brasileira Linn da Quebrada despontou em 2017, com sua primeira faixa, “Enviadescer”. De lá para cá, a cantora e compositora desenvolveu seu processo criativo musical em diferentes etapas, explorando seu corpo através da palavra, dela criando som e fazendo barulho.

O primeiro disco, “Pajubá” (2018), criou linguagem própria, catapultando a artista para diferentes palcos do Brasil e mundo afora. Com direção musical da DJ e produtora brasileira BADSISTA, Pajubá evocou uma estética sonora de difícil classificação, porém potente em seus efeitos práticos: música feita para pensar e dançar.

A parceria entre as duas segue agora para um novo álbum, “Trava Línguas”, o segundo da carreira de Linn da Quebrada e lançado este ano. Neste novo trabalho, Linn da Quebrada rompe com os timbres reproduzidos até então, renovando-os a partir de novas referências e experimentações. Tudo isso na busca contínua por outras frequências sonoras, nos usos da palavra e também em sua identidade artística.

O encontro terá apresentação de Gilsamara Moura, curadora do FIDA, e dos artistas Douglas Emílio e Vita Pereira.

MOSTRA DE VIDEODANÇA 

À noite, às 20h30, haverá Mostra de Videodança com a curadoria de Denise Matta, da IMARP – Mostra Internacional de Dança Imagens em Movimento – Vídeo Dança.

Denise Matta é uma artista da dança envolvida com videodança e está em várias redes brasileiras e da América do Sul, fazendo circular obras do mundo todo. “A curadoria para o FIDA foca em obras fora do eixo, dando visibilidade a minorias de vários lugares do mundo”, comenta Gilsamara.

Vale destacar que Denise Matta é bailarina, formada em metodologia cubana de Ballet. Atua como bailarina, professora, coreógrafa e diretora da Companhia de Dança Abrindo Portas, dando cursos, palestras e se apresentando em diversas cidades e estados do Brasil e exterior. É diretora artística do IMARP – Mostra Internacional de Dança – Imagens em Movimento – Videodança, desde 2014 e é membro da REDIV – Rede Iberoamericana de Videodança desde 2017, com inúmeros trabalhos de Videodança selecionados no Brasil e mais de 35 países.

Toda a programação do FIDA 2021 é gratuita e pode ser acompanhada pelo site da Prefeitura de Araraquara: www.araraquara.sp.gov.br/fida2021.

(Da reportagem)