Início Cultura e Lazer

La Burca dribla a pandemia e lança novo disco em tons de protesto

No álbum “Desaforo - volume I”, power trio com integrantes de Araraquara e Bauru apresenta temas sociais e políticos em músicas autorais instrumentais e cantadas em português

26
Ed Paolow (baterista), Amanda Rocha (guitarra e voz) e Daniel Guedes (guitarra), atual formação da banda. (Foto: DIvulgação)

No dicionário, desaforo é um comportamento ou uma fala desrespeitosa. Na boca da banda La Burca, é um manifesto sonoro à intolerância, ao racismo, o assédio, entre outros indignantes temas socias e políticos.

Assim nasce a essência nervosa, questionadora e contemplativa do álbum “Desaforo – volume I”, disponível na web a partir desta terça-feira, 20/07. Este é o primeiro registro do grupo com a nova formação, em power trio e com músicas autorais em português e instrumentais.

A liderança da trupe é comandada por Amanda Rocha (composição, guitarra e voz) – nascida em Bauru, porém morada de Araraquara. Ela é acompanhada pelo araraquarense Daniel Guedes (guitarra) e o bauruense Ed Paolow (bateria). Ouça o trabalho, no Bandcamp, clicando aqui.

Flertando com o post punk, punk e folk rock, o material foi gravado em agosto de 2020 no Outside Estúdio pelo também prata da casa Marquinhos Fróco. A mixagem e masterização é de Guilherme Vazzoler. A arte do encarte tem a assinatura de Amanda Rocha, Azucena Rodrigues e Fernanda Robles.

Por conta da pandemia, a La Burca adiou a data de lançamento inicial em seis meses. O trabalho também marca o início da parceria com o Coletivo Lança, em dobradinha com o selo !punklorecords!.

“É um disco especial, feito em um momento bem complicado para quem lida com música, cultura, estamos todos parados, sem tocar há um ano e meio. Então tudo foi feito com toda intensidade e dedicação, driblando todos os problemas pandêmicos e pessoais no meio do caminho. Foi um desaforo bom”, conta Amanda.

A subjetiva capa do disco, que conta com 7 músicas. (Foto: DIvulgação)

Segundo Amanda, o material também carrega um certo sentimento de expurgo. “Precisava por para fora o que tinha guardado aqui há tempos. E 2020 foi um ano muito pesado, de muita mudança pessoal e mundial. É exaustivo essa demanda online. Por exemplo, o Guedes, longe do estúdio, mandava as idéias via WhatsApp. Então, tivemos vários momentos onde a gente se empolgava e outras saturava”, brinca Amanda.

CAMINHO

“Desaforo – volume I” começou a ser trabalhado em 2019, quando houve a mudança na formação da La Burca. As músicas já estavam prontas e sendo testadas antes da pandemia em shows pelos estados do Rio de Janeiro e São Paulo. A capa do disco carrega uma peculiaridade: ela foi inspirada pela morte de um pássaro causada pelo gato da Amanda. “Acho que é muito a minha cara, post-punk-romantic”, finaliza em tom de brincadeira.

(Por Matheus Vieira)