Home Destaques

Cerimônia de abertura dos Jogos da Primavera acontece nesta sexta-feira

Gigantão recebe solenidade que dá início a um dos mais tradicionais eventos esportivos de Araraquara

41
Em 2019 tivemos a última edição dos jogos, depois entrou a pandemia
Nesta sexta-feira (06), às 15h, o Ginásio de Esportes Castelo Branco, o Gigantão, sediará a cerimônia de abertura dos Jogos da Primavera, uma dos eventos esportivos mais tradicionais de Araraquara, que chega à sua edição de número 50. A entrada é gratuita para o público.

Neste ano, a competição terá a participação de aproximadamente 200 alunos que representarão 12 escolas da cidade: Coeducar, Objetivo, Neruda, Emef Rafael de Medina, Anglo, Coc, Externato Santa Terezinha, Emef Henrique Scabello, Escola Natureza, Colégio Conexão, Sapiens e Centro Paula Souza.

A competição reúne alunos com idades entre 10 e 18 anos, regularmente matriculados nas redes de ensinos municipais, estaduais ou particulares de nível fundamental e médio, para a disputa de voleibol de quadra. Disputados anualmente no mês de outubro, os Jogos da Primavera têm por finalidades desenvolver o interesse pelo esporte, buscando o aprimoramento técnico e revelando talentos do esporte araraquarense, além de proporcionar o fortalecimento dos laços de amizade entre os participantes.

A partir de segunda-feira (9), terão início as competições que prometem muita emoção. O campeonato será dividido nas categorias pré-mirim (11 e 12 anos), mirim (13 e 14 anos), infantil (15 e 16 anos) e juvenil (17 e 18 anos). Os Jogos da Primavera são dirigidos pela Secretaria Municipal de Esporte e Lazer e Fundesport, com apoio da Secretaria da Educação e Secretaria de Cultura.

TRADIÇÃO EM QUADRA

Os tradicionais Jogos da Primavera tiveram início na década de 1960 no então Instituto Educacional Bento de Abreu (IEBA), hoje Escola Estadual Bento de Abreu (EEBA). A competição, que sempre primou pela revelação de atletas do vôlei na cidade, foi idealizada em 1962 pelos professores de educação física Eulália Schiavon e Horácio Serafim.

Após breve recesso, os Jogos foram reativados em 1973 pelo professor Urias Braga Costa, que deu continuidade à organização do evento até o seu falecimento, em 2010. Braga foi o responsável pela inclusão de novos eventos, como o concurso da Rainha dos Jogos da Primavera e a cerimônia de abertura.

Um exemplo de um grande talento revelado pela competição foi Fernanda Emerick, araraquarense descoberta aos 12 anos de idade no Colégio Progresso pelo professor Hélio Sene. Após se destacar nos Jogos da Primavera, chegou à Seleção Brasileira, com a qual conquistou a medalha de bronze nos Jogos Pan-Americanos de 1979 em Porto Rico, foi campeã do Campeonato Sul-Americano de 1981 no Brasil, disputou o Campeonato Mundial de 1978 na extinta União Soviética e participou de duas edições dos Jogos Olímpicos, a primeira em 1980, em Moscou, e a outra em 1984, em Los Angeles.