Início Destaques

Criança é atacada por cão Labrador no Valle Verde

Depois de ser atendido na UPA do bairro, o menino passou por cirurgia na Santa Casa

108
Cão da raça Labrador

Ferimentos ocasionados no rosto levaram uma criança de 10 meses a passar por cirurgia nesta manhã de quarta-feira (21) na Santa Casa de Misericórdia, em Araraquara. O fato aconteceu no Valle Verde e foi presenciado pela avó da vítima que havia acabado de colocar algumas louças na pia para lavar.

Mãe e filho moram com os avós, segundo o registro verificado no hospital. Nesta manhã, a criança brincava no chão da cozinha e por precaução a família já havia feito uma espécie de barreira para impedir o acesso do cão às demais repartições da casa. Ocorre que o menino se ergueu na barreira e o cão da raça labrador mordeu seu rosto.

Imediatamente a criança foi levada para a UPA do Valle Verde e após ser observada acabou indo para a Santa Casa onde nesta manhã ainda foi submetida a uma intervenção. Segundo consta a criança passa bem.

A RAÇA LABRADOR

A avó da criança comentou que a criança teria tentado passar a mão no animal quando houve o ataque. Consultado pelo RCIA, um veterinário comentou que “qualquer cão – pequeno ou grande, macho ou fêmea – pode morder, se de fato for provocado”. Estudos realizados nos Estados Unidos mostram que todas as raças atacam, até mesmo os pequenos chihuahuas. Isso não significa que eles são maus: essa é apenas a sua forma de dizer que estão com medo ou descontentes com alguma situação. Eles fazem o mesmo com outros cães quando se sentem assustados ou ameaçados, diz a pesquisa.