Início Destaques

Ferroviária e Ituano não saem do zero na volta do Paulistão

Equipes ficam no 0 a 0 e tira as possibilidades de classificação da Locomotiva para a próxima fase da competição

50
Crédito: Divulgação / Ituano

No retorno do futebol paulista, a Ferroviária foi até o Canindé para encarar o Ituano e não saíram do 0 a 0, em jogo válido pela 11ª rodada do Paulistão.

Melhor na partida, a Locomotiva criou as principais chances do jogo e por pouco não saiu com a vitória, desperdiçando gols e parando no goleiro Pegorari.

O resultado levou a equipe araraquarense aos 12 pontos, ocupando a agora a terceira colocação do Grupo D, eliminando as chances de classificação, mas se distanciou da zona do rebaixamento, enquanto o Galo de Itu foi para 11 pontos e ocupa a última colocação do Grupo C e continua em alerta para o descenso.

Na última rodada, a Ferroviária encara, como mandante, a Inter de Limeira, domingo, às 16h, no estádio do Morumbi, em São Paulo. Já o Ituano enfrenta o Santo André, também no domingo, às 16h, novamente no estádio do Canindé.

O JOGO

Em um jogo bastante estudado, as equipes não criaram chances claras de gol, porém quem chegou pela primeira vez ao ataque foi a Locomotiva.

Aos 12 minutos, em cobrança de escanteio, Tony cobra na área, Max e Hygor não conseguem cabecear, e a sobra fica com Léo Artur, que domina e chuta forte, mas a bola sai por cima do gol de Pegorari.

Já aos 21 minutos, o time araraquarense quase abriu o placar. Felipe Estrella recebe no campo de ataque, dá um chapéu no zagueiro e toca para o lado esquerdo. Breno Lopes fura e a bola chega até Hygor, que bate de primeira de dentro da área, mas a bola acaba se perdendo pela linha de fundo.

No minuto seguinte, o Ituano chegou pela primeira vez com perigo. Após bola cruzada na área, Gabriel Taliari se preparava para o chute, mas Anderson Salles chegou primeiro e conseguiu desviar a bola para escanteio. Em cobrança na área, Correa sobe livre de marcação, cabeceia, mas a bola sai a direita do gol, sem grande perigo para Saulo.

Aos 28, em ataque veloz, o Galo de Itu chegou com perigo mais uma vez. Correa recebe na esquerda e cruza na área. Gabriel Taliari cabeceia antes de Gabriel Barros, mas a bola vai no meio do gol e Saulo faz a defesa.

O jogo ficou muito movimentado com as duas equipes buscando o campo de ataque. Administrando mais a posse de bola, a Ferroviária explorou os lados do campo, enquanto o Ituano buscava o erro do adversário para descer em velocidade no contra-ataque.

Desta vez foi a Ferroviária chegar através da bola parada. Já aos 41, em cobrança de falta, Fellipe Mateus levanta bola na área, Higor Meritão aparece na segunda trave livre, desvia, mas a bola vai sem força e se perde pela linha de fundo.

Na segunda etapa, aos três minutos, o Ituano quase abriu o placar. Em saída errada do campo de defesa, Max erra no passe, Baralhas se antecipa a Tony e toca para Gabriel Barros, que carrega a bola e serve novamente o volante que bate colocada. Saulo voa no canto esquerdo e manda a pelota para escanteio.

Três minutos depois, foi a vez da Locomotiva responder. Fellipe Mateus dá passe açucarado para Felipe Estrella, que ganha na corrida da zaga, entra na área e chuta de pé direito. Pegorari faz grande defesa, colocando para escanteio.

E o goleiro do Galo estava impossível. Aos 12, a Ferrinha chegou com perigo mais uma vez. Léo Artur recebe na entrada da área, domina e chuta forte. Pegorari pula no canto direito e faz defesa espetacular, mandando a bola pela linha de fundo.

Melhor na partida, a Locomotiva desperdiçou mais uma chance de abrir o placar. Aos 22 minutos, Tony cobra escanteio na área, Anderson Salles sobe no terceiro andar e cabeceia. A bola sai raspando tinta da trave direita do gol e se perde pela linha de fundo.

E mais uma chance desperdiçada, desta vez aos 31 minutos. Léo Artur recebe na esquerda, finta a marcação e toca na área para Felipe Ferreira, que domina de pé direito direita e tenta um voleio com esquerdo, mas a bola sai fraca para fácil defesa de Pegorari.

Sem atacar, o Ituano teve chance já na parte final do jogo, mas a bola cobrada por Paulinho Dias contou com desvio da zaga, mandando a bola para escanteio.

FICHA TÉCNICA

ITUANO 0x0 FERROVIÁRIA
Data/Horário:
quarta-feira, 22 de julho de 2020, às 16h30
Local: Estádio do Canindé, em São Paulo
Arbitragem: Douglas Marques das Flores, auxiliado por Marcelo Carvalho Van Gasse e Alberto Poletto Masseira
Cartões amarelos: Pacheco (Ituano); Anderson Salles e Max (Ferroviária)

Ituano – Pegorari; Pacheco, Léo Rigo, Sueliton e Breno Lopes; Baralhas, Serrato e Correa (Paulinho Dias); Gabriel Taliari (Luiz Paulo), Gabriel Barros (Eduardo Lopes) e Léo Duarte (Mateus Criciúma). Técnico: Vinícius Bergantin

Ferroviária – Saulo; Lucas Mendes, Anderson Salles, Max e Bruno Recife; Higor Meritão (Willian), Tony e Fellipe Mateus (Clayton); Léo Artur (Jhoninha), Felipe Estrella (Bruno Mezenga) e Hygor (Felipe Ferreira). Técnico: Dado Cavalcanti