Início Ferroviária

Treinador da Ferroviária lamenta chances desperdiçadas: “Esperava um resultado diferente”

Melhor na segunda etapa e com as principais chances de gol, Dado Cavalcanti lamentou o resultado obtido nesta quarta-feira

25
Crédito: Felipe Blanco / Ferroviária S/A

Mesmo quatro meses longe dos jogos oficiais e dentro de suas limitações, a Ferroviária desempenhou um bom papel na tarde desta quarta-feira, quando ficou no empate por 0 a 0 diante do Ituano, pelo Paulistão.

Apesar disso, o treinador estreante Dado Cavalcanti não gostou muito do resultado obtido no Canindé e viu uma possível vitória escapar, principalmente com as chances claras de gols criadas na segunda etapa, onde a equipe foi melhor.

“Eu esperava um resultado diferente. Nós tivemos as nossas ideias utilizadas no campo de jogo. Sofremos um pouco mais no primeiro tempo, talvez pela falta de entrosamento, as mudanças das peças contribuíram para isso. Enfrentamos um adversário que mudou dois extremos e os outros jogadores jogaram na mesma função”, contou.

Dentro deste contexto, Calvacanti lembrou dos desfalques que a Ferroviária teve antes da retomada do futebol paulista. Ao todo, foram oito jogadores que deixaram o clube, seja por contrato encerrado ou negociado com outros clubes.

“Nós mexemos mais, inclusive na troca de comando. Houveram outras trocas de jogadores dos que vinham jogando anteriormente. Sentimos mais pela falta de entrosamento, sem contar que não tivemos um preparativo com amistosos. No segundo tempo, houve um volume maior de jogo e as correções feitas pelos próprios jogadores em campo contribuíram para que tivéssemos um bom rendimento e performance, faltando apenas o resultado”, destacou o treinador.

O treinador já apontou algumas falhas e que vai procurar corrigir nos próximos dias para a partida diante da Inter de Limeira, já neste domingo.

“Exageramos no passe por dentro de forma precipitada. A gente poderia ter mudado mais para o corredor, podendo circular mais a bola, tentando desequilibrar o nosso adversário para fazer esse passe entrelinhas ser mais efetivo, que poderia mudar todo o contexto de jogo. Arriscamos demais, perdemos passes em demasia, principalmente dos três homens de trás, que iniciavam a construção, e isso a gente possa criar mais para o próximo jogo”, declarou o técnico