Início Destaques

Pesquisa que coletou sangue em Araraquara é investigada pela polícia

Pesquisadores batiam nas casas pedindo para fazer exame de coronavírus

574
Moradores temiam que fosse golpe

Na tarde desta quinta-feira (14), moradores do Jardim América chamaram a Polícia Militar para duas pessoas que batiam nas casas, dizendo estar fazendo uma pesquisa e que precisam tirar sangue das pessoas para fazer um teste de coronavírus.

Além da Polícia Militar, Guarda Municipal esteve no local, a Vigilância Sanitária e integrante da Secretaria de Saúde que não foram avisados que esta pesquisa estava acontecendo em Araraquara.

A foto foi tirada por um vizinho, após entrar em contato com a Policia Militar

Na Rua Taquaritinga em uma das casas onde os dois pesquisadores bateram a moradora disse que não queria participar de tal pesquisa, eles então se dirigiram a casa vizinha, e a moradora entrou em contato com a polícia por desconfiar do fato, pois eles estavam sem crachá, sem uniforme e não podiam se identificar

Interpelados pela Policia Militar disseram que vieram de São Paulo e que estavam fazendo uma pesquisa para uma universidade e que isso ocorreria em todo o país, mas não estavam acompanhados de supervisores de saúde.

Segundo moradores do bairro, todos foram ouvidos e liberados e ao que consta a polícia abrirá inquérito para apurar a existência de crime.

O QUE DIZ A PREFEITURA

O Comitê de Contingência do Coronavírus informa que não foi notificado, em nenhum momento, a respeito de tal pesquisa, seja por Universidade, Instituto ou responsável técnico, tampouco autorizou os testes em moradores da cidade de Araraquara.
A Secretaria Municipal de Saúde foi acionada nesta tarde de quinta-feira, dia 14, por meio de denúncia de morador, sobre tal prática no bairro Jardim América e, imediatamente, envolveu Polícia Militar, Guarda Municipal e Vigilância Sanitária para investigação do procedimento.