Início Destaques

Podemos de Araraquara expulsa candidato por assédio

O candidato fez ataques a uma professora que vende lingerie para complementar sua renda via rede social

996

Um candidato a vereador pelo PODEMOS de Araraquara teve sua candidatura cancelada pelo partido que instaura agora um processo de expulsão.

O referido candidato se envolveu em uma troca de mensagem via rede social onde foi grosseiro, e usou ataques contra uma professora que vende lingerie e produtos de sex shop para complementar sua renda.

A conversa foi exposta em rede social onde muitas mulheres defenderam a professora contra o assédio sexual cometido por um homem que ainda acredita que mulheres podem ser tratadas como objeto.

“Diante da surpresa e do repúdio da professora, o candidato tentou contornar a situação pedindo desculpas e disse que acreditava se tratar de uma profissional do sexo. Assédio é crime, seja a mulher profissional do sexo ou não”, disse Renata Barbosa, juntamente com uma nota de repúdio.

Na manhã desta segunda-feira (28), o presidente municipal do PODEMOS  Welton Travessolo, se reuniu com a Executiva do partido para tratar dos tramites legais para o processo de cancelamento da candidatura e a instauração do processo de expulsão do respectivo candidato. Para o presidente a atitude do candidato contraria a ideologia, princípios e valores priorizados pela agremiação. “Respeito é um de nossos pilares”, disse o presidente em uma live feita nesta tarde.

O MARIDO DA PROFESSORA SE POSICIONOU EM REDE SOCIAL

Agradeço a todas as pessoas que compartilharam a mensagem a respeito do assédio sofrido pela minha esposa por um candidato a Vereador daqui de Araraquara….

Como foi dito a todos os candidatos que nos ajudaram de alguma forma, não queremos represálias, tão pouco dinheiro seja do partido ou do rapaz…..Queremos apenas justiça !!!! Queremos que ele repense mil vezes antes de tratar uma mulher (seja solteira, casada ou até mesmo profissional do sexo), da forma em que ele tratou……Se ele aprender com o erro cometido agora e não agir mais desta forma, tenho a certeza que num futuro, será um ser humano melhor……Essa foi nossa intenção !! Esse foi nosso propósito, por isso recusamos entrevistas dos jornais locais, que mesmo sem nosso consentimento, publicaram coisas a respeito do assunto, puxando mais para a política do que para o ASSÉDIO MORAL E SEXUAL COMETIDO CONTRA MULHERES.

Enfim, o que foi postado, publicado, compartilhado foi e isso não tem volta, assim como a atitude cometida por esse cidadão. A única coisa vos peço é, não associem a imagem desta pessoa com o PODEMOS, que foi impecável na busca pela solução deste problema, lembrem-se que infelizmente existem muitos outros homens como ele, infiltrados em outros partidos, agindo como lobo em pele de cordeiro.

Não era nem 8h da manhã e eu e o Presidente do Podemos estávamos em conversa para esclarecimento dos fatos que foram apurados tendo suas devidas conclusões. Agora como ex-candidato, o agressor foi expulso do partido e teve sua candidatura impugnada, sendo esta a única atitude que eu esperava do partido, tendo em vista que um homem como ele, a meu ver não demonstra apresentar competências para assumir um cargo na Câmara de Vereadores, cuja finalidade é lutar pelos interesses da população Araraquarense.

Obrigado PODEMOS pela atitude tomada e por não compactuar com esse tipo de crime !