Início Destaques

Roubo violento termina em bandido morto e dois presos em Araraquara

A vítima foi agredida a chutes e socos depois de ser amarrada pelos bandidos; Na perseguição um dos marginais foi morto pela policia

357
Os marginais foram parados pela Polícia próximo ao Posto Pau Seco

O dono de um bar e sua família foram feitos reféns durante um roubo, por volta 01h da manhã desta segunda-feira (11), na Avenida João Lustre, Jardim São Lourenço, em Gavião Peixoto.

O dono do estabelecimento, um homem de 37 anos, foi rendido, amarrado e agredido, por três criminosos armados.

De acordo com a vítima os criminosos, armados com armas de fogo ameaçavam matar a ele, sua namorada e seus dois enteados de 6 e 4 anos, caso o dinheiro que estava em sua casa não fosse entregue e que uma mulher teria dito aos bandidos que ele guardava uma grande quantia, devido a agência bancária estar fechada.

Enquanto um dos bandidos pegava R$ 5.000 que estava com a vítima, os outros criminosos vasculharam a residência em busca de mais dinheiro.

Um dos criminosos encontrou dentro de uma jaqueta na residência em torno de R$10.000. Como o proprietário negou a existência do valor, foi violentamente agredido com coronhadas e chutes depois de ser amordaçado pelos criminosos.

Os bandidos fugiram em seguida e foram vistos entrando em um Honda Civic e acessando a Rodovia Dr. Nelson Barbieri, sentido a Araraquara.

Minutos depois uma viatura da Força Tática que estava patrulhando próximo a fábrica Lupo, encontrou o veículo que tentou fugir, houve perseguição e um dos criminosos foi baleado morrendo no local com o revólver na mão.

Os outros dois sofreram ferimentos leves, pois tiveram que ser retirados a força do carro, e um deles foi encaminhado para a Santa Casa de Araraquara.

Buscas foram feitas no veículo e no local da abordagem onde foi localizado o dinheiro roubado e uma Pistola que simula uma arma (simulacro).

O criminoso morto foi identificado como Vanderlei Ferreira da Silva, de 34 anos, morador do Jardim Cruzeiro do Sul.

Os outros dois envolvidos foram identificados como Baiano, de 39 anos, morador do Parque São Paulo e Claudião, de 30 anos, que foi socorrido para a Santa Casa onde segue internado.

De acordo com a Polícia Baiano é apontado como participante do roubo a joalheria Remo Garita, na região central de Araraquara em agosto de 2020.