Início Destaques

Em agosto 98 novas empresas foram abertas em Araraquara

O mês também foi positivo em toda região administrativa com a abertura de 439 novos CNPJ’s e a quebra da série histórica da JUCESP com quase 23 mil novas empresas constituídas. Número é maior em 22 anos e supera marca de 2020 na Junta Comercial

60
Esta é a maior marca alcançada desde 1998, de acordo com dados levantados pela Jucesp. Foto:RCIA

A Junta Comercial do Estado de São Paulo informou ao Portal RCIA que, em agosto deste ano, 98 empresas foram abertas na cidade de Araraquara, e foram dadas 70 baixas. Resultando em um saldo positivo de 28 novos negócios.

Na região administrativa, o número de constituições foi de 439, e de baixas, 203. Tendo um saldo positivo de 236 novos CNPJ’s.

Vale ressaltar que, mesmo diante do cenário adverso, houve no mês de agosto de 2020, em todo o Estado, a quebra da série histórica da JUCESP, em 22 anos, quanto ao número de empresas abertas em um único mês: 22.825 constituições.

O número é o maior também no ano de 2020, superando as marcas no mês de julho passado, assim como também é maior saldo líquido do ano, 11.614 novos negócios. Números recordes em meio à crise gerada pela pandemia da COVID-19.

Esta é a maior marca alcançada desde 1998, de acordo com dados levantados pela Jucesp, responsável pelos registros mercantis.

Esta foi a quarta alta seguida no número de abertura de empresa em São Paulo desde abril quando foi perceptível a desaceleração devido à pandemia. O número, também, é o maior no ano e supera o mês de julho, quando foram registradas 21.788 constituições.

“Este é o resultado do empenho de todos os setores na retomada econômica. Estamos focados em gerar empregos e facilitar a criação de novos negócios. São essas iniciativas que visam estimular novos empreendedores e a economia”, destaca a Secretária de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Patricia Ellen.

O mês de agosto, também, quebrou o recorde do ano em relação ao saldo líquido com 11.614 empresas.

Dispensa tarifa para abertura de novas empresas

A Jucesp dispensou o pagamento da tarifa para abertura de novas empresas no estado. A medida faz parte do plano de retomada econômica para impulsionar ainda mais o empreendedorismo e estimular a economia, atenuando os impactos na geração de emprego e renda decorrentes da pandemia do coronavírus.

“Os números são macros e positivos, pois refletem a força do estado de São Paulo em se reinventar para contornar as mazelas causadas pela pandemia. Isso denota a resiliência e força do empreendedorismo paulista para se reerguer mesmo diante do cenário qual estamos vivendo”, ressaltou o presidente da JUCESP Walter Ihoshi.

A iniciativa passou a valer no dia 25 de agosto e está disponível para todos os tipos jurídicos até o dia 23 de outubro.