Início Destaques

Em Araraquara, o Gapar volta revitalizado e com novos projetos

Considerado um grupo destinado a defender os interesses dos profissionais da área de recursos humanos, ele retorna com muita disposição.

325
Raquel Vieira de Novais Bueno (IESA), Juliana Coelho (McDonald’s), Maria Antonia Campilho de Godoy (UNIMED) e Mirinda Aparecida Carpini de Oliveira formam o grupo que agrega profissionais RH de várias cidades e onde discutem diversos temas como benefícios, produtividade, relação trabalhista, treinamento entre outros

O Grupo de Administradores de Araraquara e Região (GAPAR) é uma instituição informal que existe há 34 anos com objetivo de trocar ideias e estudar toda área que abrange Recursos Humanos. Na verdade, o crescimento da economia impulsiona empresas a buscarem profissionais mais preparados. O trabalho de reconhecer tais profissionais para assumir funções na empresa, transmitir valores, treinar e manter os profissionais motivados é realizado pelo departamento de Recursos Humanos. Profissionais com este perfil é que na atualidade fazem parte do GAPAR.

O grupo nasceu em Araraquara para facilitar a rotina das empresas que muitas vezes precisam de ajuda e têm que buscar profissionais em São Paulo ou Ribeirão Preto. Hoje a coordenação da entidade está a cargo Raquel Vieira de Novais Bueno (IESA) e Juliana Coelho (McDonald’s). Maria Antonia Campilho de Godoy (UNIMED) é quem coordena eventos e palestras e Mirinda Aparecida Carpini de Oliveira preside o conselho.

Mirinda, uma das primeiras integrantes do grupo, explica que desde que iniciaram as atividades em Araraquara e região, o trabalho que desenvolvem veio facilitar para as empresas, a questão de trocas de informações e experiências entre setores de RH.

Todos os meses as dezenas de empresas que participam do grupo, se reúnem para que diversos assuntos relacionados às áreas empresariais sejam debatidos, até mesmo o ex-ministro do trabalho Antônio Rogério Magri, participou de eventos realizados pelo GAPAR.

Hoje a entidade é ligada à Associação Brasileira de RH, e assim que começar as atividades de 2020, o grupo deve ser o representante do interior. Com grande experiência na área, Mirinda já ganhou um prêmio de profissional do ano pela Associação Paulista de RH, e segundo ela, recebeu-o pelo trabalho que desenvolve no grupo.

Leis que regem as empresas são mudadas a todo o momento e segundo o GAPAR, tudo é estudado pelo grupo e repassado às empresas parceiras “quem não sabe aprende, não temos escola de RH nesta região toda” – afirma Mirinda.

Um evento já está marcado para o dia 18 de fevereiro, onde o palestrante será Dr. Ricardo Monazi, e o tema referente é o Compliance.

Para a entidade, esta troca de experiências não pode acontecer apenas on line, “tratar de recursos humanos, sem a junção de pessoas não está certo, é necessário o patrão estar perto do empregado pois o contato é importante, tanto que se fala em humanização da saúde, é necessário investir nas pessoas. O ganho que você tem das máquinas é infinito, mas não supri o ser humano”.

O grupo também ajuda no sentido de recolocação no mercado de trabalho, participantes que necessitem.