Início Destaques

Araraquarense Roberto Braga é anunciado como novo diretor das categorias de base do Cruzeiro

Com passagem pela Ferroviária e Bahia, profissional chega para gerir as categorias de base da Raposa

656
Crédito: Reprodução / Facebook

O Cruzeiro confirmou a contratação do araraquarense Roberto Braga como novo diretor das categorias de base do clube.

Ele chega na nova diretoria cruzeirense para fazer parte da reestruturação do clube que agora é uma SAF (Sociedade Anônima do Futebol), cujo o proprietário é Ronaldo Fenômeno.

Braga terá ao seu lado o também araraquarense Pedro Martins, que foi anunciado no início do mês como diretor de futebol da Raposa.

Formado em Educação Física na Universidade do Estado de São Paulo de Bauru, Roberto Braga fez também Faculdade de Desporto da Universidade do Porto, além de ser mestre em Ciência da Motricidade, também pela UNESP.

Durante quatro anos, trabalhou como Coordenador Pedagógico do Núcleo de Ensino da Universidade do Futebol e foi contratado pela Ferroviária para exercer a função Coordenador das Categorias de Base, no segundo semestre de 2016.

Em 2017, virou Diretor de Planejamento, ajudando a levar o clube a um outro patamar, fortalecendo ainda mais as categorias de base e criando um novo conceito na estrutura que a instituição possui na Fonte Luminosa e também no Parque do Pinheirinho.

Esteve presente nas campanhas do futebol masculino com o título da Copa Paulista 2017 e o vice em 2018, da volta do clube à disputa de uma divisão do Campeonato Brasileiro, na Série D, e nas quartas-de-final do Paulistão 2019, e também no bicampeonato do futebol feminino do Campeonato Brasileiro.

Em outubro daquele ano, se desligou da Locomotiva e exerceu novamente o cargo de Coordenador das Categorias de Base, desta vez no Bahia.

No final de 2020, aceitou o desafio de trabalhar no Guangzhou Evergrande, da China, ao lado do são-carlense, Guilherme Dalla Déa, campeão mundial com a seleção brasileira Sub-17 masculina.

Após a grave crise financeira enfrentada pelo clube chinês no ano passado, acabou retornando ao Brasil.