Início Esporte

Designers criam uniformes de futebol para homenagear profissionais da saúde

Durante a quarentena, vários designers se reuniram e prestaram uma singela homenagem ao profissionais da saúde que estão na "linha de frente" do combate ao COVID-19

111
Uniformes foram feitos para homenagear profissionais da saúde e outros setores que não pararam nesta pandemia

A quarentena tem sido importante para combater a pandemia do novo Coronavírus (COVID-19) em todo o Brasil. Durante este tempo, muitas empresas adotaram o home-office para continuarem desenvolvendo as suas atividades trabalhistas. Mas é claro que o vírus é o principal assunto das últimas semanas para toda a população.

Quem sempre tem dado a “cara pra bater” no momento mais difícil das últimas décadas para coibir a doença são os profissionais da saúde. Por isso, um grupo de designers decidiu prestar uma justa homenagem – de casa – à estas pessoas que estão na linha de frente.

Idealizada pelo publicitário e desenvolvedor, Paulo Sampaio, o projeto reuniu vários profissionais da área e decidiram implementar a paixão pelo futebol junto a saúde, criando assim uniformes com aos hospitais e outros setores que continuam trabalhando durante a pandemia.

“Como sou apaixonado por esportes (em especial o futebol), achei que seria legal fazer uma homenagem a esses profissionais, juntando futebol e design. Compartilhei essa ideia com alguns amigos e achamos que essa seria uma forma legal de levantar a moral dessa classe. Seria muito legal também se a gente pudesse homenagear profissionais de outras áreas que não pararam”, disse o publicitário e designer, Denis Moribe, um dos colaboradores do projeto, ao portal RCIARARAQUARA.

Moribe, que também tem MBA em Gestão e Marketing Esportivo, contou que o desenvolvimento dos 30 uniformes durou cerca de três dias durante esta quarentena.

“Escolhemos os hospitais de maneira aleatória, sem critério de relevância em relação aos demais, pois entendemos que todos os profissionais de todos os hospitais são importantes. E estamos recebendo pedidos e sugestão das pessoas”, conta.

Mesmo a escolha sendo aleatória, o profissional relata que cada uniforme tem um significado diferente, mas vislumbrando sempre o caminho da solidariedade.

“Cada uniforme tem um pouco dessa vontade de apoiar da melhor maneira possível. Tudo isso, acaba sendo um exercício à imaginação e um incentivo à solidariedade, porque sei que o nosso trabalho pode fazer diferença” complementa.

Perguntado se o hobby poderia se tornar algo benéfico, Moribe conta que passou pela cabeça em produzir estes uniformes e reverter a renda para ajudar os hospitais. Apesar do sonho distante, mantém a esperança de que alguma empresa possa abraçar a causa.

“Com o passar do tempo, pensamos que essa ideia seria muito legal. Afinal, não custa nada sonhar. Imagina vários times entrando em campo com essas camisas. Porém, para nós fica inviável pelo alto custo de produção. Se tiver algum fornecedor disposto a fazer uma parceria para realizar esse tipo de trabalho, será um prazer contribuir”, destaca.

Na quarentena, o profissional conta as lições que foram tiradas até o momento e que a sociedade deve ficar mais unida para superar este momento tão grave em sua história.

“Cada um tem que fazer ainda mais a sua parte, fazer parte do conjunto e ter união enquanto sociedade. Estamos todos juntos, acredito que essa é a mensagem principal”, relata.

CORONAVÍRUS NO BRASIL

Até o início da tarde desta segunda-feira, as secretarias estaduais de Saúde confirmaram 11.516 casos de COVID-19 no Brasil, sendo confirmadas 506 mortes ocasionadas pelo vírus.

Em anuncio feito nesta segunda, o governador do estado de São Paulo, João Dória, prorrogou a quarentena em todo o estado até o dia 22 de abril.

Confira como ficaram os uniformes: