Início Esporte

Ferroviária encara o Batatais pela 5ª rodada da Copa Paulista

198
Locomotiva busca se manter 100% na competição - Crédito: Jonatan Dutra / Ferroviária S/A

A Ferroviária vai até a cidade de Batatais enfrentar o time da casa neste domingo (21), às 10 horas, no estádio Dr. Osvaldo Scatena, pela 5ª rodada da Copa Paulista.

Única com 100% de aproveitamento, com quatro vitórias em quatro jogos, a Locomotiva pode ficar perto da vaga à próxima fase. Já o Fantasma da Mogiana possui apenas um ponto e não conquistou sua primeira vitória, sendo o lanterna do Grupo 1.

Para o treinador, Vinícius Munhoz, a equipe precisa manter o foco para que a classificação venha no decorrer das partidas.

“O nosso desafio a partir de agora é em cima da manutenção desse bom momento que a Ferroviária vive na competição. O Batatais é uma equipe competitiva, eu percebo eles numa crescente. A expectativa é de um grande jogo lá”, declarou.

Já o atacante Dedê Costa ressaltou a importância da campanha grená, o que faz o time a ser batido dentro da competição.

“Temos que manter os pés no chão, sabemos que essa colocação (líder com 100% de aproveitamento) nos dá um rótulo bom, de time a ser batido. Então nós temos que ter a cabeça no lugar, humildade e sempre estar em busca do melhor”, contou o jogador.

A principal dúvida é o volante Daniel, que acabou se machucando na partida diante do Comercial e segue como dúvida. Caso não atue, Miqueias deve começar a partida entre os titulares.

O time deve ir a campo com Gabriel Leite; Marcos Ytálo, Raniele, Luiz Felipe e Fernando Jr.; Daniel (Miqueias), Caíque e Cristian; Dedê Costa, Felype Hebert e Rafael Oller.

RETROSPECTO

Ao longo da história, Batatais e Ferroviária se enfrentaram 19 vezes, sendo 10 vitórias grenás, seis empates e três vitórias alvi rubras.

O último duelo aconteceu na Copa Paulista de 2016, quando a Ferroviária venceu por 4 a 0, na Fonte Luminosa, pelo returno da primeira fase.

QUEM APITA?

A arbitragem fica por conta de Paulo Sérgio dos Santos, auxiliado por Hélio Antônio Salvia de Sá e Ítalo Magno de Paula Andrade.