Início Esporte

Ferroviária perde e se complica de vez na Copa Paulista

Locomotiva é derrotada pelo Azulão e vê eliminação cada vez mais próxima

112
Crédito: Jonatan Dutra / Ferroviária S/A

Na noite deste sábado, a Ferroviária acabou sendo derrota pelo São Caetano pelo placar de 2 a 1, na Fonte Luminosa, e está muito próxima de ser eliminada da Copa Paulista de Futebol.

O Azulão abriu o placar aos 17 minutos do primeiro tempo. Em cruzamento do lado direito, a zaga afeana parou no lance, Jean Dias entra livre e finalizou no canto direito de Gabriel Leite: 1 a 0.

Com a Locomotiva indo para o ataque, mas se eficiência, o adversário matou o jogo aos 43 minutos.

Em contra-ataque, Lucas Mendes parte livre pela direita, cruza para Marlon e rola para Anderson Rosa finalizar forte no canto esquerdo: 2 a 0.

Na saída de bola, a Locomotiva conseguiu descontar. Aos 44 minutos, Rodolfo recebe na área e toca na saída do goleiro Tom, que nada pôde fazer: 2 a 1.

Com o resultado, a Ferroviária acumulou a sua terceira derrota seguida, fica estacionada na terceira colocação com três pontos e torce agora contra o Mirassol diante do Santo André para ter possibilidades de classificação.

De quebra, esta foi a primeira vez que o Azulão venceu a Ferroviária na Fonte Luminosa na história do confronto.

Na próxima rodada, a Ferroviária encara o Mirassol, quarta-feira, às 20h, no estádio José Maria de Campos Maia, fora casa.

FICHA TÉCNICA

FERROVIÁRIA 1X2 SÃO CAETANO
Local: Estádio Fonte Luminosa, em Araraquara
Data/Hora: Sábado, 12 de outubro de 2019, às 18h
Arbitragem: Rodrigo Pires de Oliveira, auxiliado por Leonardo Lourenço Marchiori e Guilherme Holanda Moura Lima
Público: 620 pagantes
Renda: R$ 6.650,00
Cartões amarelos: Maurício e Alisson Barrinha (Ferroviária); Tom, Júnior Alves, Clayton e Lucas Mendes (São Caetano)
Gol: Rodolfo (aos 44′ do 2T) para a Ferroviária; Jean Dias (aos 17′ do 2T) e Anderson Rosa (aos 43′ do 2T) para o São Caetano

Ferroviária – Gabriel Leite; Marquinhos, Raniele, Maurício e Edu Pina (Fernando Jr.); Alisson Barrinha (Felype Hebert), Daniel (Rafael Oller) e Cristian; Léo Jaime (Rafael Oller), Rodolfo e Jhoninha. Técnico: Vinícius Munhoz

São Caetano – Tom; Alex Reinaldo, Júnior Alves, Max e Bruno Recife; Mazinho, Karl e Clayton (Anderson Rosa); Jean Dias (Lucas Mendes), Marlon e Emerson Santos (Sandoval). Técnico: Marcelo Vilar