Início Esporte

FPF consegue liberação e clubes do Paulistão retomam atividades a partir de segunda-feira

Comitê de Contingência do coronavírus autorizou clubes a retomarem as atividades com procedimentos e testagens de COVID-19 nos atletas

26
Crédito: Rodrigo Corsi / FPF

Na tarde desta sexta-feira, a Federação Paulista de Futebol surpreendeu e anunciou que os clubes da Série A1 do Campeonato Paulista poderão retomar as atividades a partir desta segunda-feira.

As agremiações enviaram ao Centro de Contingência do coronavírus um protocolo complementar, garantindo a realização dos testes clínicos, físicos e fisiológicos, de forma individualizada.

“Antes do início da readaptação, todos os profissionais deverão ser submetidos a testes de COVID-19. Todos os ambientes serão devidamente preparados e higienizados, com obrigatório uso de EPI’s”, diz parte da nota.

Na última quarta-feira, o governador João Dória (PSDB) havia autorizado a retomada as atividades, mas a partir do dia 1º de julho, frustrando os clubes que aguardavam  a liberação justamente na semana seguinte.

Confira a nota divulgada pela FPF:

“A Federação Paulista de Futebol informa que realizou nesta quinta-feira ajustes no Protocolo de Retomada Gradual aos Treinos do Campeonato Paulista – Série A1 e, no mesmo dia, encaminhou ao Governo do Estado de São Paulo um novo documento.

O protocolo complementar enviado trata da necessidade do processo de readaptação física dos profissionais para que a retomada dos treinamentos, em 1º de julho, seja segura, uma vez que, devido à pandemia, os atletas foram obrigados a paralisar suas atividades por mais de 90 dias, um inédito e danoso período, especialmente para quem depende de sua condição física para exercer seu trabalho.

Assim, a FPF e os clubes receberam com grande satisfação o anúncio do Governo do Estado de São Paulo de que os times poderão se preparar, entre 22 e 30 de junho, de maneira adequada, realizando testes clínicos, físicos e fisiológicos, de forma individualizada.

Como previsto no protocolo, antes do início da readaptação, todos os profissionais deverão ser submetidos a testes de COVID-19. Todos os ambientes serão devidamente preparados e higienizados, com obrigatório uso de EPI’s, conforme determinado pelo Centro de Contingência do Governo de São Paulo.

O futebol paulista segue unido e responsável, zelando, em primeiro lugar, pela saúde de todos. Acreditamos que o entendimento, o consenso e a harmonia estabelecidos entre FPF, clubes e o Governo de São Paulo, comandado pelo Governador João Doria, e Prefeitos são fundamentais para virarmos o jogo.”