Início Esporte

Lenda da bocha paralímpica, Dirceu Pinto morre aos 39 anos

Atleta sofreu um enfarte na madrugada desta quarta-feira

78
Crédito: Divulgação

Morreu, na madrugada desta quarta-feira, aos 39 anos, o atleta paralímpico Dirceu Pinto, dono de quatro medalhas de ouro na bocha nos Jogos Paralímpicos de Pequim-2008 e Londres-2012.

Dirceu, que era nascido em Francisco Morato, residia na cidade de Mogi das Cruzes e se sentiu mal em casa, sendo vitima de um enfarte agudo no miocárdio. O Comitê Paralímpico Brasileiro e o Ministério da Cidadania, lamentaram o ocorrido.

Além das medalhas olímpicas, duas em Pequim e mais duas em Londres, nas categorias simples e dupla, o atleta foi medalha de prata nos Jogos do Rio-2016 e também foi ouro mundial em 2010 e prata em 2014.

O atleta tinha distrofia muscular na região do abdômen e competia na classe BC4, para cadeirantes, sem assistência durante os jogos.

Confira a nota emitida pelo CPB:

“É com extremo pesar que o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) comunica o falecimento do atleta Dirceu Pinto, da bocha paralímpica, que morreu nesta quarta-feira, dia 1º, em Mogi das Cruzes (SP).

Atleta da Associação Desportiva de Mogi Das Cruzes (ADMC), Dirceu Pinto foi vítima de problemas cardíacos, segundo informações preliminares da família à ANDE (Associação Nacional de Desporto para Deficientes), entidade da qual era atleta filiado.

Nascido em Francisco Morato, na Grande São Paulo, Pinto era bicampeão paralímpico da modalidade, com quatro medalhas de ouro nos Jogos de Pequim 2008 e Londres 2012, no simples e nas duplas, além de uma prata por equipes nos Jogos Rio 2016. Também conquistou dois ouros no Mundial de 2010 e uma prata no Mundial de 2014.”