Início Esporte

Morre, aos 77 anos, o cronista esportivo, Armando Gomes

Jornalista lutava contra um câncer e deixou um legado na Baixada Santista, onde leva nome a sala de imprensa na Vila Belmiro

41
Crédito: Reprodução / Facebook

Morreu na manhã deste domingo, aos 77 anos, o cronista esportivo Armando Gomes, mais conhecido também como Manduca, onde perdeu a luta contra um câncer.

O jornalista teve trabalho marcante na cidade de Santos, sua cidade natal, onde comandou pela última vez o programa Esporte por Esporte, da TV Santa Cecília.

Porém, Manduca se destacou quando começou a carreira, sendo setorista do Santos pela Rádio Clube do litoral paulista. Em 1978, trabalhou na Rádio Gazeta, onde participou do programa “Futebol é com 11”, sendo o percursor do “Mesa Redonda Futebol Debate”, que existe hoje na TV.

Em 1983, retornou para Santos, onde trabalhou na rádio “A Tribuna – AM” por quatro anos e depois ingressou na TV Santa Cecília, onde ficou até o fim de sua vida. Lá, conseguiu revelar jovens talentos, como o locutor Odinei Ribeiro, que hoje está no SporTV, do Grupo Globo.

Santista apaixonado, o clube homenageou o cronista levando o seu nome a sala de imprensa no estádio Urbano Caldeira, a popular Vila Belmiro.