Início Esporte

Ferroviária massacra Mundo Futuro na Libertadores Feminina

Guerreiras Grenás passam por cima de bolivianas e vencem por 10 a 1 em sua estreia no torneio continental

292
Artilheira Nathane marca cinco vezes contra as bolivianas - Crédito: Tiago Pavini / Ferroviária S/A

Com muita sobra dentro das quatro linhas, a Ferroviária iniciou a campanha na Copa Libertadores Feminina com uma goleada histórica.

Jogando diante do Mundo Futuro-BOL, as Guerreiras Grenás aplicaram 10 a 1, em partida disputada no estádio Casablanca, em Quito, no Equador.

Destaque para a atacante Nathane, que voltou a equipe titular e marcou cinco gols. Rafa Mineira (duas vezes), Rosana, Luana e Aline Milene fizeram os outros gols grenás.

O resultado deixa o time grená na liderança do Grupo B com três pontos. No outro jogo da chave, o Deportivo Cuenca-EQU venceu o Estudiantes de Caracas-VEN por 3 a 1. Mesmo assim, o time de Araraquara lidera a chave por ter um saldo de gols maior.

A Ferroviária volta a campo já nesta segunda-feira, quando enfrentará a equipe do Estudiantes de Caracas, às 21h30 (horário de Brasília), novamente no estádio Casablanca.

O JOGO

A Ferroviária começou com tudo e, em 15 minutos, abriu três a zero no placar. Aos sete minutos, Rafa Mineira chutou de fora da área, a goleira Daniela dá rebote e Nathane aparece para completar para o fundo das redes: 1 a 0.

Na saída de bola após o gol, o Mundo Futuro vacila e a Ferroviária se aproveita. Nenê recebe belo passe por de trás da zaga, vai até a linha de fundo e cruza para Nathane, que entrou livre na área e finaliza para o gol: 2 a 0.

Pressionando muito a saída de bola boliviana, as Guerreiras Grenás chegaram ao terceiro gol aos 12 minutos. Após cruzamento do lado direito, a estreante Rosana sobe mais que a zaga e testa firme no canto direito de Daniela para ampliar: 3 a 0.

Com total controle do jogo, o Mundo Futuro não esboçava reação e mostra a sua deficiência. Já a Locomotiva quase fez o quarto aos 29 minutos.

Rosana recebe ótimo lançamento da área, domina e solta uma bomba de pé esquerdo. A bola passa raspando a trave esquerda e sai pela linha de fundo.

Mesmo com a vantagem no placar, a equipe não parou de atacar. Aos 31, Aline Milene recebe na entrada da área e arrisca de longe. A bola passa muito perto do travessão do gol de Daniela e sai pela linha de fundo.

Sem muita dificuldade, a Ferrinha chegou ao quarto gol ainda na primeira etapa. E que gol.

Aos 41, Rafa Mineira recebe no lado esquerdo, ajeita pro lado direito e solta o pé. A bola faz uma curva e desce para o fundo das redes. Golaço em Quito: 4 a 0.

Em sua estreia, veterana Rosana deixou o seu – Crédito: Cesar Pasaca / apifoto

Na segunda etapa, o ritmo não diminuiu e a Locomotiva foi pra cima. Logo no primeiro minuto, em cruzamento do lado direito, a goleira Daniela sai mal do gol e a bola sobra para Nathane dominar e chutar, marcando o seu terceiro gol no jogo: 5 a 0.

E a Ferroviária estava impossível. Aos três, em cobrança de escanteio, Barrinha cobra na área, Daniela sai mal da meta e Luana chega para completar: 6 a 0.

Em noite de Nathane, a artilheira deixou mais um. Aos sete minutos, a atacante recebe na área e chuta. A bola ainda toca em Daniela, mas vai para o fundo das redes: 7 a 0.

Com a larga vantagem no placar, Tatiele Silveira começou a poupar algumas jogadoras, entre elas Rosana, que fez uma grande partida em sua estreia.

Fácil, o oitavo gol chegou aos 15 minutos. Em cobrança de falta levantada na área, a bola chega até Luana, que chuta, mas a bola bate na trave. Na sobra, Nathane, mais uma vez, aproveita o rebote e faz o quinto dela: 8 a 0.

Dois minutos depois, a Ferroviária fez outro. Em lançamento na área, Nenê da belo drible na jogadora boliviana e cruza rasteiro. Aline Milene aparece na área e completa. A bola bate na zaga, mas vai para o gol: 9 a 0.

E na primeira saída consistente, o Mundo Futuro conseguiu descontar. Emilie Doerksen aproveita o vacilo da zaga afeana, ganha na corrida e toca na saída de Luciana, que já estava fora da área: 9 a 1.

Aos 33, quase a Ferrinha chega ao décimo. Barrinha recebe lançamento do lado direito, entra na área e chuta colocado. Daniela, com certa dificuldade, consegue espalmar e manda bola para escanteio.

Muito a vontade no jogo, a Ferroviária teve mais uma oportunidade desperdiçada. Aos 43, Rafa Mineira dá bela finta com o corpo e parte livre no lado direito. A meia cruza e Rafa Andradade, com o gol escancarado, chuta por cima do gol, perdendo chance incrível.

De tanto insistir, a Locomotiva finalmente conseguiu chegar ao décimo gol. Aos 45, Barrinha dá belo lançamento para Rafa Mineira, que entra livre na área, bate de pé esquerdo, Daniela falha e a bola morre no fundo do gol: 10 a 1.

Mundo Futuro – Daniela Salguero; Aide, Hele, Veronica e Raquel (Diana Zenteno); Elia, Jazmin (Mariatu), Sheyla e Janeth; Marilin (Mariela Moreira) e Emilie Doerksen. Técnico: Hernan Melgar

Ferroviária – Luciana; Monalisa, Luana, Géssica (Andreia) e Barrinha; Maglia (Carol Tavares), Rafa Mineira e Rosana (Rafa Andrade); Aline Milene, Nathane e Nenê. Técnica: Tatiele Silveira