Início Esporte

Nos pênaltis, São Caetano bate São Bento e conquista o tri da Série A2 do Paulista

Goleiro Luiz Daniel defende duas penalidades e ajuda o Azulão a conquistar mias uma taça

48
Crédito: Reprodução / Twitter

Campeão em 2000 e 2017, o São Caetano chegou ao título do Paulistão A2 Sicredi pela terceira vez em sua história. Na tarde desta segunda-feira (12), o time do ABC recebeu o São Bento, no estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul, podendo empatar, mas perdeu a finalíssima por 1 a 0 e se viu obrigado a decidir nos pênaltis. Sem se abalar pelo resultado dos 90 minutos, converteu todas as suas cobranças e contou com Luiz Daniel, que fez duas defesas e garantiu a vitória por 4 a 3.

Precisando reverter a vantagem mesmo atuando longe de casa, o São Bento partiu para o ataque desde os primeiros minutos. E, logo aos três, Ruan fez grande jogada pela direita e cruzou à meia altura. Bambam mostrou oportunismo e marcou. Foi o nono gol do centroavante, que fechou o torneio dividindo a artilharia com Léo Castro, que jogou pelo Juventus.

Os visitantes continuaram superiores e, aos 14, Ruan partiu na individualidade, entrou na área e soltou a pancada. Luiz Daniel fez a defesa, mas ainda viu a bola tocar no travessão antes de sair em escanteio. Na sequência, aos 16, o goleiro azulino ainda salvou após batida de Ruan, dentro da pequena área.

Depois, o duelo ficou mais equilibrado, mas ainda houve espaço para mais chances importantes. Aos 40, Ruan cruzou na medida para Fábio Bahia, que acabou testando para fora, desperdiçando grande momento para o São Bento. O São Caetano só respondeu nos acréscimos, quando Everton Dias aproveitou cruzamento e cabeceou firme, carimbando o travessão.

A etapa final foi mais truncada, com menos oportunidades reais. Inclusive, a primeira delas saiu apenas aos 18 minutos, quando Ruan arrancou pelo centro do gramado e bateu forte. Renan Dutra apareceu no meio do caminho e mandou para escanteio, salvando o São Caetano com desvio providencial. Já aos 43, Erick Luis limpou Renan Dutra e finalizou buscando o cantinho esquerdo. A bola saiu lambendo a trave do goleiro mandante Luiz Daniel.

Com a vitória do São Bento no tempo normal, a decisão do título foi para os pênaltis.  Nas cobranças Erick Luís, Sávio e Luís Henrique marcaram os três primeiros para os visitantes, enquanto Anderson Rosa, Everton Dias e Sandoval emparam a disputa.

Na quarta cobrança, o goleiro Lucas Macanhan viu Luiz Daniel defender o seu chute e ainda foi vencido por Renan Dutra. Na cobrança final, Luiz Daniel brilhou mais uma vez e defendeu a cobrança de Thiago Primão, garantindo o título para o Sâo Caetano

Ficha Técnica

São Caetano 0 (4) x (3) 1 São Bento
(Jogo de Ida: São Bento 2 x 3 São Caetano)

Data: 12/10/2020
Hora: 17h
Local: Estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul
Árbitro: Thiago Luis Scarascati
Assistentes: Daniel Luis Marques e Alex Ang Ribeiro
Quarto Arbitro: Rodrigo Gomes Paes Domingues
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral
AVAR: Douglas Marques das Flores e Herman Brumel Vani

São Caetano: Luiz Daniel; Gabriel Santos (Joel Vinicius), Renan Dutra, Sandoval e Dudu (Acácio); Everton Dias e Emerson Santos (Douglas Araújo); Anderson Rosa; Eric Di Maria (Luan Costa), Ronaldo e Marlon (Filipe Carvalho). Técnico: Dininho (interino).

São Bento: Lucas Macanhan; Alison (Mizael), Bruno Leonardo, Douglas Assis e Pablo; Fábio Bahia, Evandro e Thiago Primão; Denner (Erick Luís), Ruan (Sávio) e Bambam (Luís Henrique). Técnico: Marcelo Cordeiro (interino).

Gol: Bambam (SBT, 3’1T)

Cartões amarelos: Emerson Santos e Anderson Rosa (SCA); Evandro e Thiago Primão (SBT).

Com informações da FPF.org.br