Início Ferroviária

Dado Cavalcanti espera vitória da Ferroviária na estreia da Série D

Treinador mostrou confiança para o jogo diante do Nacional e confirmou baixas para a estreia

25
Crédito: Tiago Pavini / Ferroviária S/A

Prestes a estrear na Série D, a Ferroviária segue viagem nesta quinta-feira para a cidade de Londrina, onde ficará concentrada até o confronto diante do Nacional, sábado, às 15h30, no estádio Erich Georg, em Rolândia, no Paraná.

Antes de pegar estrada e viajar mais de 400km, o treinador Dado Cavalcanti falou sobre a expectativa deste primeiro confronto na competição.

“A expectativa é repetir as atuações, principalmente os resultados. O rendimento que buscávamos nos jogos-treino foram satisfatórios, mas agora o que vale são os três pontos. É essa somatória que nos leve a classificação à próxima fase e a minha expectativa é que a gente tenha a competência necessária para trazer os três pontos para Araraquara”, declarou.

Mesmo desejando a vitória na estreia, Cavalcanti não terá força máxima para a estreia. O volante Dener teve lesão muscular e está fora, assim como o goleiro reserva Wagner, enquanto o atacante Hygor, também se recuperando de lesão, é dúvida. Porém, o técnico espera contar com o volante Nando Carandina para a partida de sábado.

“Nos jogos-treino, fiz algumas variações. Não repeti nenhuma escalação de um jogo para outro, pois eu precisava da preparação dos atletas. Infelizmente, eu não pude usar o Nando Carandina. Penso que, com a entrada dele, será para dar um equilíbrio maior defensivo para o nosso campo e para que os nossos meias possam desenvolver melhor seu trabalho”, revelou.

Sobre o adversário, o técnico afeano mostrou conhecimento e como deve se armar a equipe comandada por Rafael Andrade, mas ressaltou que pretende voltar com os três pontos na bagagem.

“Nós sabemos que o Nacional é uma equipe que vai estrear oficialmente no campeonato, mas ele mantém uma base do ano passado. É um time que fez uma preparação forte, fez três amistosos e não perdeu nenhum. Nós tivemos acesso algumas imagens destes amistosos. É um time muito mais jovem do que o nosso, consequentemente, é mais disposto, mais pegada e intensidade, de muita disputa. Eles têm jogadas ensaiadas bem trabalhadas e temos que ter mais cuidado. Vamos enfrentá-los em um campo que eles treinam todos os dias e é bem diferente do nosso. Porém, é Série D. Precisamos nos adaptar o mais rápido possível ao campo de jogo, principalmente ao do nosso adversário.  Vão fazer o primeiro jogo do ano, a cidade só fala sobre este confronto. Mas estamos preparados. Vamos buscar o três pontos para iniciar bem este campeonato”, analisou.

Por conta da pandemia do coronavírus, toda a disputa da Série D será realizada com portões fechados à torcida. A Ferroviária está no Grupo A-7 que, além do Nacional, conta também com Toledo-PR, Cascavel-PR, Bangu-RJ, Portuguesa-RJ, Cabofriense-RJ e Mirassol.

Nando Carandina treina com o grupo na Fonte Luminosa – Crédito: Jonatan Dutra / Ferroviária S/A