Início Ferroviária

Em decisão, Ferroviária encara América-MG por vaga inédita na Copa do Brasil

Locomotiva encara Coelho na Arena Independência e precisa da vitória no tempo normal para avançar à próxima fase

36
Locomotiva está em Belo Horizonte desde a última quinta-feira e tem treinado no CT da Toca da Raposa II - Crédito: Tiago Pavini / Ferroviária S/A

Quase um mês depois, o torcedor da Ferroviária poderá ver a equipe em campo nesta terça-feira, às 19h, contra o América-MG, na Arena Independência, em jogo decisivo pela terceira fase da Copa do Brasil.

Esta é a primeira vez que a equipe chega na terceira fase do torneio e pode continuar fazendo história dentro da competição, além de também conseguir a premiação de R$ 2 milhões, caso conquiste a classificação.

O clube tem também um tabu a ser quebrado dentro da competição. Em sua quarta participação, a equipe nunca venceu fora de casa. Em 2007, derrota para o Juventude por 2 a 0, e em 2016, empate diante do Salgueiro por 1 a 1 e derrota para o Fluminense por 3 a 0.

No último confronto entre as equipes no empate por 0 a 0, disputado na Fonte Luminosa, a Locomotiva não conta mais com 12 jogadores, entre titulares e reservas, que deixaram o clube durante a pandemia do coronavírus.

O treinador Sérgio Soares foi demitido neste período e o clube contratou Dado Cavalcanti, visando a reta final do Paulistão, mais a continuidade da Copa do Brasil e a disputa da Série D, que começa em setembro.

Já para esta partida, Cavalcanti poderá contar com as estreias de alguns jogadores que foram contratados para este segundo semestre, como os zagueiros Fabão (ex-Criciúma) e Matheus Salustiano (ex-São Caetano), o volante Dener (ex-Sertãozinho) e os atacantes Will Viana (ex-Santo André) e Tiago Marques (ex-Água Santa).

Em relação a Fabão e Will Viana, Santo André e Criciúma se enfrentaram na primeira rodada do torneio e estes apenas foram relacionados para o jogo, ficando no banco de reservas. Por isso, viram opções para esta terça-feira.

“Nós estamos com o nível de atenção nos treinamentos altíssimo. O staff tem nos municiado de todas as informações possíveis do América e o grupo tem entendido. A gente tem se preparado e creio que terça-feira será um grande jogo”, declarou o volante Dener.

Outros três contratados do Santo André e que disputaram a Copa do Brasil, ficarão de fora: os volantes Nando Carandina e Dudu Vieira, e o atacante Branquinho. Salomão, que disputou a competição pelo Águia Negra-MS, também é baixa.

Cavalcanti falou sobre o tempo de treinamento que a equipe teve até o confronto diante do Coelho e lamentou a falta de jogos para que a equipe mantivesse um ritmo.

“Tivemos muito tempo de preparação visando um jogo só, tempo disponível para fazer ajustes, observações de novos atletas que não jogaram conosco, outros que acabaram saindo depois do estadual. Deu para a gente evoluir em alguns quesitos, lógico que o fato de não termos feito jogos oficiais trouxe prejuízo em nível de competitividade, mas aproveitamos muito bem este tempo para preparar o time”, disse o treinador Dado Cavalcanti.

Caso as equipes empatem novamente, a vaga será decidida nas cobranças por pênalti. O adversário da quarta fase será definido em sorteio realizado pela CBF.

A Ferroviária deverá ir a campo com Saulo; Lucas Mendes, Anderson Salles, Max (Fabão) e Bruno Recife; Dener, Tony e Fellipe Mateus; Jhoninha, Bruno Mezenga e Hygor.

Volante Dener pode ser novidade na equipe de Dado Cavalcanti – Crédito: Tiago Pavini / Ferroviária S/A

TESTES PARA COVID-19 DERAM NEGATIVO

Os jogadores da Locomotiva passaram por um novo teste de Covid-19 e os resultados foram negativos.

Na última quinta-feira, os jogadores Saulo e Bruno Mezenga teriam testado positivo para o coronavírus, mas em contraprovas, o resultado foi negativo e seguiram viagem para Belo Horizonte na sexta-feira.

O técnico Dado Cavalcanti contou com todos os jogadores relacionados para a partida no último treinamento realizado na manhã desta segunda-feira. A lista não foi divulgada pelo clube.

AMÉRICA FINALIZA PREPARAÇÃO

Já o adversário da Ferroviária, o América-MG finalizou sua preparação na tarde desta segunda-feira, no CT Lanna Drumond.

O técnico Lisca contou com o retorno aos treinamentos do lateral-direito Leandro Silva, que havia apresentado quadro inconclusivo para Covid-19 e estava afastado das atividades do restante do elenco na última semana, e é dúvida para a partida.

Desfalques certos são Ademir, Felipe Augusto e Felipe Azevedo, que estão machucados e seguem em recuperação no departamento médico.

Quem deve aparecer mais uma vez em campo é justamente o lateral Daniel Borges. Conhecido do cenário paulista, o jogador estreou na última sexta-feira contra o Oeste na Série B do Brasileiro e estava atuando pelo Mirassol no Paulistão, onde enfrentou a Ferrinha logo na primeira rodada da competição.

“É um time perigoso, que teve muitas mudanças nos últimos meses, o time é diferente daquele do jogo de ida, por exemplo. Mesmo assim, contam com vários jogadores experientes e contam com um forte elenco”, lembrou.

No último sábado, o Coelho apresentou o atacante Guilherme, ex-Corinthians e que também possuí passagens por Cruzeiro e Atlético-MG. O jogador treinou no último domingo e pode virar opção, caso seja regularizado na CBF.

O provável América deverá ir a campo com Matheus Cavichioli; Daniel Borges (Diego Ferreira), Messias, Eduardo Bauermann, João Paulo; Zé Ricardo, Juninho e Alê; Matheusinho, Rodolfo e Léo Passos (Vitão).