Início Ferroviária

Ferroviária vence Botafogo e embola Grupo D do Paulistão

Locomotiva vence clássico e conquista primeira vitória em casa na competição

51
Crédito: Tiago Pavini / Ferroviária S/A

Na noite deste domingo, a Ferroviária fez clássico diante do Botafogo e venceu por 1 a 0, em partida realizada na Fonte Luminosa, pela oitava rodada do Paulistão 2020.

O gol da vitória grená saiu aos 29 minutos do segundo tempo com o atacante Hygor. De quebra, este foi o primeiro triunfo da equipe jogando em seus domínios.

Com o resultado, a Locomotiva embola o Grupo D e chega aos nove pontos, a um de entra na zona de classificação às quartas de final, e ocupa a décima colocação na classificação geral ao lado do Corinthians.

Já o Pantera permanece na penúltima colocação com apenas cinco pontos e está na zona do rebaixamento, juntamente com o Oeste, que tem quatro.

Na próxima rodada, a Ferroviária tem duelo diante do Palmeiras, sábado (7), às 17h, no Allianz Parque, em São Paulo. Já o Botafogo, recebe o São Paulo no domingo (8), às 16h, no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto.

O JOGO

Aos oito minutos, a Ferroviária chegou com perigo. Em cobrança de escanteio, Bruno Recife bate fechado e Darley se estica todo para jogar pela linha de fundo. Seria gol olímpico na Fonte Luminosa.

Com um jogo bastante truncado, as equipes disputavam muito a bola no meio de campo. A Ferroviária abusava dos erros de passe e o Botafogo não conseguia traduzir isso com ataques efetivos até a meta de Saulo.

Darley foi obrigado a trabalhar novamente aos 23 minutos. Em cobrança de falta próxima da área, Bruno Recife cobra rasteiro, mas a bola vai no meio do gol para fácil defesa do goleiro botafoguense.

Já aos 25, a Ferroviária chegou novamente ao ataque. Em boa troca de passes pelo meio, Hygor rola na direita para a chegada de Lucas Mendes, que ajeita e chuta forte, mas a bola sai por cima do gol.

O jogo seguiu com a equipe da casa conseguindo trabalhar melhor a bola e conseguiu avançar mais ao campo de ataque.

Aos 40 minutos, a Locomotiva quase abriu o placar. Lucas Mendes cobra lateral na área, Hygor desvia de cabeça, Henan se estica todo, mas não alcança e a bola passa na frente do gol, se perdendo pela linha de fundo.

Na segunda etapa, o Pantera chegou ao ataque logo no primeiro minuto. Em bola afastada da zaga, a sobra fica com Wellington Bolt, que parte pela esquerda, entra na área e finaliza, mas a bola bate na rede pelo lado de fora.

Aos oito minutos, a Locomotiva respondeu. Em boa jogada pelo lado direito de ataque, Claudinho toca rasteiro na área e a bola chega para Patrick Brey, que finaliza, mas a bola sai fraca e se perde pela linha de fundo.

Melhor em boa parte do tempo, a Ferroviária conseguiu inaugurar o placar aos 30 minutos. Henan recebe na esquerda, domina, corta a marcação e cruza rasteiro. Darley não consegue a defesa e Hygor completa para o fundo das redes: 1 a 0.

Sem reação, o Pantera não conseguia chegar ao ataque e a Locomotiva começou a tomar conta das ações do jogo.

Já aos 41 minutos, a equipe da casa quase ampliou. Em boa troca de passes, Léo Artur recebe na esquerda, corta pra dentro e bate colocado. Darley faz grande defesa e manda a bola para escateio.

FICHA TÉCNICA

FERROVIÁRIA 1×0 BOTAFOGO
Data/Horário:
domingo, 1º de março de 2020
Local: Estádio da Fonte Luminosa, em Araraquara
Arbitragem: Raphael Claus, auxiliado por Danilo Ricardo Simon Manis e Fabrício Porfírio de Moura
Público: 3.392 pagantes
Renda: R$ 53.710,00
Cartões amarelos: 
Mazinho, Carlão e Hygor (Ferroviária); Naldo, Wellington Tanque e Matheus Anjos (Botafogo)

Gol: Hygor (aos 30′ do 2T) para a Ferroviária

Ferroviária – Saulo; Lucas Mendes, Max, Carlão e Bruno Recife; Mazinho, Karl (Fellipe Mateus) e Claudinho (Léo Artur); Hygor, Henan e Patrick Brey (Felipe Ferreira). Técnico: Sérgio Soares

Botafogo – Darley; Caíque Sá, Robson, Didi e Gilson; Victor Bolt, Naldo (Jonata Machado), Rafinha (Luketa) e Matheus Anjos; Ronald (Diego Cardoso) e Wellington Tanque. Técnico: Claudinei Oliveira