Home Ferroviária

Jéssica de Lima fala sobre preparação da Ferroviária e viagem para encarar o Real Ariquemes

Entre ônibus e avião, grupo enfrentará maratona até chegar no interior de Rondônia pensando na reabilitação dentro do Brasileirão; equipe poderá ter mudanças

91
Crédito: Tiago Pavini/Ferroviária SAF

A Ferroviária terá um longo caminho pela frente para encarar o Real Ariquemes, neste domingo, às 16h30 (horário de Brasília), pela quinta rodada do Brasileirão Feminino.

O grupo das Guerreiras Grenás enfrentará uma longa maratona de 2,5 mil quilômetros para chegar na cidade de Ariquemes, em Rondônia.

A delegação parte nesta sexta-feira (24), de ônibus, até Campinas e irá de avião, com escala em Brasília, até chegar em Porto Velho, para seguir trajeto com veículo terrestre até chegar na cidade do interior.

Em coletiva realizada na parte da manhã, a treinadora Jéssica de Lima falou sobre minimizar o cansaço com a longa viagem e de como se fosse para outro país da América do Sul.

“A gente está buscando estratégias para sair em um horário ideal, prevenindo qualquer tipo de imprevisto. É uma saga para chegar até Ariquemes, tanto que não dará tempo de fazer uma alimentação mais tradicional e teremos que fazer na correria, mas estamos acostumados com isso. Viajei para o Amazonas enfrentar o Iranduba e é uma viagem estilo Venezuela, de países sul-americanos. Tem estas questões aqui que temos que sanar e fazem parte da nossa geografia. Ficamos felizes de ter uma equipe de Rondônia disputando a competição, mas temos que superar isso”, contou.

Tentando minimizar a derrota para o Corinthians, Jéssica pontuou que o primeiro tempo abaixo feito pela Ferroviária não pode definir o que a equipe fez com relação aos últimos quatro jogos, onde ganhou três. Ela falou também dos cuidados que deve tomar contra o Real Ariquemes, justamente na primeira parte de jogo.

“Nós precisamos entender que os primeiros 45 minutos de jogo impactou no segundo, mas conseguimos voltar para o jogo. Jogamos de igual para igual na segunda etapa. Já contra o Real Ariquemes, consegue colocar dificuldades, principalmente no primeiro tempo. O próprio Corinthians não conseguiu marcar, sem contar que a qualidade do gramado não é boa, com a bola quicando muito e isso facilita com quem não quer propor o jogo e quer só marcar”, analisou.

Jéssica revelou também que quer rodar o elenco e poderá ir com mudanças em relação ao time titular dos últimos jogos.

“Eu gosto de dar confiança para as atletas. O erro faz parte do futebol e você tem que entender do erro e confiar na atleta, acreditar e que possa melhorar no próximo jogo. Mas, temos que trocar atletas e rodar o elenco. Neste jogo, provavelmente vou fazer algumas alterações. A gente vem de quatro jogos difíceis logo no início da temporada e logo começara o Campeonato Paulista e teremos que rodar o elenco inevitavelmente”, declarou a treinadora

A Ferroviária é a quarta colocada da classificação geral com nove pontos ganhos. Em caso de vitória e combinação de outros resultados da rodada, a equipe poderá chegar novamente nas primeiras colocações.