Início Ferroviária

Lateral emprestado pela Ferroviária interessa a time de Portugal

Empresário do atleta confirma proposta de clube português; clubes negam

84
Crédito: Divulgação / América-MG

Mesmo sem atuar pela equipe desde a metade de 2017, a Ferroviária pode lucrar com uma possível venda de um jogador que está emprestado. Trata-se do lateral-esquerdo Sávio, que hoje está na equipe do América-MG.

Em entrevista dada ao site Superesportes, o empresário do jogador, Anderson Nassrala, afirmou que recebeu uma proposta do Nacional de Ilha da Madeira, Portugal.

“Ele está emprestado ao América e o clube tem a preferência em adquirir os direitos federativos dele. Há um valor no contrato e, ao final deste contrato, e o América tendo interesse, ele pode ficar com o jogador pagando o valor estipulado. Para ele sair (para a Nacional-POR), depende do acerto com a Ferroviária, que detém os direitos dele, e o América também concordar. A Ferroviária vai consultar o América para ver se o clube exercerá o direito de compra. Caso o América negue a opção de compra, o caminho fica livre para negociar com outro clube”, declarou. Nassrala.

Apesar da afirmação, os clubes negaram qualquer tipo de proposta oficial. Em contato da RCIARARAQUARA, o presidente da Ferroviária, Carlos Salmazo, declarou não ter recebido nenhuma proposta do time português. Em nota, o Coelho também desmentiu a procura.

Em relação às recentes especulações envolvendo o lateral-esquerdo Sávio, o América esclarece não ter recebido proposta oficial pelo atleta.

Sávio está treinando normalmente junto ao grupo e o América conta com o atleta para o restante da temporada.

Este ano, o lateral-esquerdo se reencontrou com o seu antigo clube. No primeiro jogo entre Ferroviária e América-MG, pela terceira fase da Copa do Brasil, ficaram no 0 a 0, na Fonte Luminosa. Porém, o fato curioso aconteceu antes da bola rolar.

Na coletiva pré-jogo, Sávio acabou dando uma declaração que não foi muito bem digerida pelo lado grená, dizendo que a Ferroviária “não é grandes coisas”, mesmo ainda tendo contrato com o clube até 2021.

Com a camisa do Coelho, o lateral esteve presente em 11 dos 12 jogos na temporada e é uma dos jogadores de confiança do treinador Lisca.