Início Ferroviária

Morre Guilhermão, torcedor e ex-dirigente da Ferroviária

O nome de Roberto Aparecido Guilherme, o Guilhermão da Ferroviária, sempre esteve ligado aos esportes de Araraquara e região, sendo também árbitro nos anos 90

170
Crédito: Arquivo Pessoal

Morreu na manhã deste sábado, aos 54 anos, Roberto Aparecido Guilherme, vítima de um infarto fulminante.

“Guilhermão da Ferroviária”, como era popularmente conhecido, atravessava a Avenida 7 de Setembro e se dirigia a um estabelecimento comercial, quando o mal súbito aconteceu. A ambulância foi prontamente acionada com atendimento feito pelo Dr. César Esteves. Tentativas de reanimá-lo aconteceram no local e dentro da própria viatura, mas não resistiu.

O velório está acontecendo em uma área restrita na Funerária Bom Jesus e o sepultamento acontecerá às 16h30, no cemitério São Bento.

Metalúrgico, Guilhermão sempre esteve envolvido com o esporte de Araraquara. Em 1992, se formou árbitro pela Federação Paulista de Futebol, juntamente com grandes nomes que marcaram época, como Oscar Roberto de Godói, Alfredo Loebeling e Flávio de Carvalho.

Na função do apito, chegou a apitar finais de Jogos Regionais e Abertos do Interior, jogos de futsal da cidade e região. Foi também presidente da Associação de Árbitros de Araraquara e Região, diretor e vice presidente da Liga Araraquarense de Futebol e diretor da Liga Araraquarense de Futebol de Salão.

Mas a sua popularização veio com as cores da Ferroviária, onde chegou a ser diretor quando o clube era associação. Mesmo longe da função, carregou o amor pelo time grená e carregou a alcunha de “Guilhermão da Ferroviária”, como se chamava nas redes sociais, e acompanhou boa parte dos jogos na arquibancada nas últimas décadas, estando presente também no dia 18 de abril de 2015, quando a Locomotiva venceu o Guaratinguetá por 1 a 0 e retornou à elite paulista depois de 19 anos.

O torcedor costumava fazer ações sociais pela cidade para arrecadação de brinquedos para crianças carentes.

Guilhermão deixa a esposa Ângela Maria Nascimento Guilherme, os filhos Igor, Peterson e Danilo, o neto Cauê e os irmãos, Rogério e Rosimeire.

“Guilhermão da Ferroviária” acompanhava o time do coração nas arquibancadas – Crédito: Tetê Viviani

Pelas redes sociais, a Ferroviária também se manifestou sobre a morte de Guilhermão: