Início Destaques

Nos pênaltis, Benassi brilha e ajuda a Ferroviária a se classificar na Copinha

Goleiro defende cobrança, conta com ajuda do travessão e Locomotiva avança à terceira fase da competição

181
Crédito: Tiago Pavini/Ferroviária SA

Foi no sufoco, mas a Ferroviária conseguiu a classificação à terceira fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior.

Na tarde desta quarta-feira, a Locomotiva encarou o Nova Iguaçu e, nos pênaltis, venceu por 5 a 3, após empatarem por 1 a 1 no tempo normal, em partida disputada no estádio Bela Vista, em Cravinhos, pela segunda fase da competição.

Os gols saíram na parte final da segunda etapa, com o atacante Pedro Paulo, aos 39 minutos, para a Locomotiva, e João Pedro, já aos 51 minutos, em cobrança de penalidade a favor do time carioca.

Nas penalidades, brilhou a estrela do goleiro Benassi, de apenas 18 anos, que pegou chute de Tarik, enquanto Diogo Oliveira converteu a última, classificando a Ferrinha para a terceira fase.

Agora, a Ferroviária enfrentará novamente o Santos que, à noite, venceu o Chapadinha-MA pelo placar de 3 a 0, em partida realizada na Fonte Luminosa. O confronto deve acontecer nesta sexta-feira, com horário a ser definido pela FPF.

O JOGO

Debaixo de muita chuva, o primeiro tempo foi bastante movimentado, mas com poucas chances de gol. Mesmo buscando o campo de ataque, as equipes pecaram no último passe e também abusavam das faltas.

A chance mais clara de gol aconteceu aos 15 minutos. Em jogada pela esquerda, Jhoninha passa pela marcação e cruza rasteiro, a bola passa pelo goleiro Kayky na pequena área e Xavier não consegue a finalização, se perdendo pela linha de fundo.

Já no segundo tempo, foi a voz do Sol dar as caras na cidade de Cravinhos, mas o futebol ficou sem aparecer.

Mesmo com maior posse de bola, a Locomotiva não conseguia levar perigo até a meta do goleiro Kayky.

Aos 16 minutos, Pedro Acácio arriscou chute de fora da área, mas a bola saiu a direita do gol, com o goleiro apenas acompanhando ela se perder pela linha de fundo.

Com o passar do tempo, a Ferrinha foi ficando com um volume de jogada cada vez maior e, de tanto insistir, chegou ao gol aos 38 minutos.

Em jogada pela esquerda, Jhoninha entra na área e chuta cruzado. Kayky acaba dando rebote na pequena área e Pedro Paulo empurra a bola para o fundo das redes: 1 a 0.

Após ficar com a vantagem, o Nova Iguaçu foi para o ataque e já nos acréscimos conseguiu chegar ao empate aos 51 minutos. Depois de bate rebate na área, a bola toca no braço de Caio e o árbitro marca penalidade contra a Ferroviária. Na cobrança, João Pedro desloca Benassi e bate com categoria no canto esquerdo para deixar tudo igual: 1 a 1.

Com o jogo encerrado aos 52 minutos, a decisão se encaminhou para as penalidades no estádio Bela Vista.

Na primeira cobrança, Pedro Acácio bateu forte no canto esquerdo de Kayki e abriu o placar. Pelo Nova Iguaçu, Trigo bateu na esquerda, Benassi foi no canto certo, mas não evitou o empate.

Já na segunda cobrança, Caio bateu com categoria e fez o segundo para o time grená, enquanto Gutierres, com estilo, também converteu.

Na terceira série, o lateral-esquerdo Victor Hugo bateu forte no canto esquerdo de Kayky e fez 3 a 2 pra Ferrinha. Marcelinho também guardou para os cariocas e deixou tudo igual.

Jhoninha cobrou o quarto pênalti pra Locomotiva no canto direito, Kayky pulou, mas não alcançou, ficando 4 a 3. Já Tarik cobrou a meia altura, Benassi espalma e a bola explode ainda no travessão.

Ficou nos pés de Diogo Oliveira bater forte, no canto direito de Kayky, converter e garantir a Locomotiva na terceira fase da competição.

FICHA TÉCNICA

COPA SÃO PAULO DE FUTEBOL JÚNIOR 2022 – SEGUNDA FASE – JOGO ÚNICO

NOVA IGUAÇU 1(3)x(5)1 FERROVIÁRIA
Data/horário: quarta-feira, 12 de janeiro de 2022, às 15h
Local: Estádio Bela Vista, em Cravinhos
Arbitragem: Caique Tiago de Oliveira Miquilini, auxiliado por José Paulo Ferreira Martins Mariano e Vander Luís Pereira; 4º árbitro: José de Araújo Ribeiro Júnior
Cartões amarelos: Jonathan Luline, João Pedro, Fernandinho, João Victor (Nova Iguaçu) Pedro Acácio, Caio (Ferroviária)
Gols: Pedro Paulo (aos 38′ do 2T) para a Ferroviária; João Pedro (aos 51′ do 2T) para o Nova Iguaçu

Nova Iguaçu – Kayky; Gutierres, Matheus Alves (Matias), Tarik e Marcelinho; Jonathan Luline (Léo Jacó), Fernandinho (Trigo), Ezequiel e Lucas Cruz (Luizinho); Ewerton e João Pedro. Técnico: Sérgio Anglada

Ferroviária – Benassi; Vinícius Oliveira, Welton, Maranini (Dreifke) e Victor Hugo; Malheiro (Caio), Ian Luccas e Pedro Acácio; Xavier (Pedro Paulo), Jhoninha e Luan (Diogo). Técnico: Leonardo Mendes