Início Destaques

José Roberto Fernandes homenageado em Campinas pela ACEISP

Segundo o narrador de Araraquara, as amizades o ajudam a manter a 'chama viva em sua alma e coração'; o texto abaixo sobre o homenageado foi publicado pela Agência Futebol Interior

93
José Roberto Fernandes, um dos mais brilhantes locutores esportivos do rádio brasileiro

Grande narrador brasileiro, que tem sua história ligada principalmente à cidade de Araraquara, José Roberto Fernandes foi homenageado na confraternização da Associação de Cronistas Esportivos do Interior de São Paulo (ACEISP). Apesar da homenagem pelos quase 58 anos de carreira, o que mais o emocionou, segundo suas próprias palavras, foi o reencontro com amigos.

HOMENAGENS VALORIZAM A HISTÓRIA

Ao explicar como a ACEISP escolheu os homenageados, Artur Eugênio Mathias, membro do conselho da entidade, explicou que o objetivo foi representar toda a classe com pessoas que colaboraram muito para o desenvolvimento da profissão.

“Não homenageamos um ou outro profissional que se destacou no ano e, sim, estamos representando toda a classe com cronistas que dedicaram uma vida à transmissão esportiva. O José Roberto Fernandes é um dos mais longevos narradores e mereceu muito a homenagem”, disse Artur.

ENTREGA DA HOMENAGEM

O responsável por entregar a homenagem a José Roberto foi Wilson Rocha, outro grande narrador da região de Ribeirão Preto e velho amigo.

“É um prazer prestar essa homenagem a um grande amigo. Sou testemunha viva do que esse homem fez pela rádio do interior.

AMIZADE É FUNDAMENTAL

Emocionado com a homenagem, José Roberto Fernandes destacou o valor que dá para as amizades, revelando que elas são o motivo para continuar realizando um excelente trabalho durante todos esses anos.

“Uma das coisas que o rádio oferece é o que estou passando aqui: a amizade. O que me permite manter essa chama dentro do meu coração e da minha alma é justamente a amizade.

Eu precisava vir aqui. A homenagem me surpreende e me honra, mas não tanto quanto a oportunidade de reencontrar meus amigos.

Abraçá-los e relembrar de quanto o futebol era romântico”, disse.

“Obrigado meus amigos. O rádio me deu oportunidade de abraça-los e de ver como vocês continuam importantes na minha vida e profissão. Então sou eu que digo muito obrigado”, finalizou.

CARREIRA

Nascido em 1943, José Roberto é natural de Colina-SP e começou sua carreira como locutor no serviço de alto-falantes da igreja matriz da cidade, algo comum antigamente. A cobertura era principalmente sobre o Colina Atlético, time amador.

Depois disso, ele disputou uma vaga com 234 profissionais na Rádio Barretos, passou e começou a trabalhar no mesmo dia. Ficou dois anos em Uberlândia-MG, mas voltou para Barretos, onde permaneceu por 11 anos.

Em 1975, José Roberto iniciou sua famosa passagem por Araraquara, começando na Rádio Morada do Sol, para cobrir o Campeonato Sul-Americano de Basquete. Passou a se identificar com a Ferroviária e narrou os melhores e piores momentos do clube grená.

Teve importante participação ainda na Associação de Basquetebol de Araraquara (ABA), entidade em que é diretor.

EQUIPE OS CAMPEÕES DA BOLA

Atualmente, José Roberto comanda a equipe ‘Os Campeões da Bola’, que completará 35 anos em 2020. A equipe é formada por José Roberto Fernandes (narrador e diretor), José Roberto Ferrari (narrador e apresentador), Carlos Renato Segura (comentarista), Marcos Chiocchini e Tadeu Alves (repórteres), Vaguinho Fiorini (plantão esportivo), Marcelo Oyafuso e Helter Torres (cinegrafistas) e Jackson Trevisol e Adalberto Sardisco (técnicos).

O repórter Marcos também esteve presente na confraternização da ACEISP e comentou sobre a importância de ter uma entidade forte no estado e que valorize os associados e o futebol do interior paulista.

“A confraternização mostra o respeito da ACEISP para com seus associados e com o interior, de onde sempre saíram os melhores narradores e profissionais do rádio e da televisão. E quem dirige a ACEISP são profissionais da área, que gostam e entendem as dificuldades dos cronistas. Além disso, a integração entre os profissionais é muito importante”, enfatizou Marcos.

TRABALHO ÁRDUO

Marcos ainda relembrou o ano de 2019, revelando as superações que a equipe precisou fazer para cobrir todos os jogos da Ferroviária, incluindo uma viagem de 19 horas de carro para o sul do país.

“Tivemos que ter fôlego neste ano com a equipe ‘Os Campeões da Bola’. Tivemos alegrias com a Ferroviária, mas viajamos muito pelo Brasil para acompanhar o time.

A equipe, por exemplo, viajou 19 horas de carro para Santa Cruz do Sul-RS para cobrir Ferroviária e Avenida-RS.

Foi um trabalho árduo, com muito apoio do José Roberto Fernandes, mas conseguimos transmitir todos os jogos na Série D, Copa Paulista e Paulistão”, comemorou Marcos Chiocchini.

PROGRAMAÇÃO OS CAMPEÕES DA BOLA

Os programas do ‘Os Campeões da Bola’ vão ao ar de segunda a sexta-feira, a partir das 11h, além dos programas que vão ao ar pela Rádio Cultura, como o Balanço Geral e a Janela Esportiva, diariamente às 18h05 e as Jornadas Esportivas aos finais de semana.

CRONISTAS COM MAIS DE 70 ANOS NÃO PAGARÃO CREDENCIAMENTO

Para a temporada 2020, a diretoria da ACEISP resolveu que os cronistas esportivos filiados à entidade e que tenham mais de 70 anos, serão credenciados sem qualquer custo, decisão aplaudida unanimemente pela classe.