Início Geral

Morre o cantor sertanejo Léo, da dupla Léo Canhoto e Robertinho

Músico marcou o gênero sertanejo ao emplacar um disco de ouro com o primeiro LP da dupla.

2202

Morreu na madrugada deste 25 de julho o cantor sertanejo Léo Canhoto, da dupla Léo Canhoto e Robertinho, ele tinha 84 anos de idade, e sua morte foi divulgada através de suas redes sociais, porém a causa não foi informada.

Canhoto gravou mais de 30 discos e dois DVDs. Também era conhecido como o sertanejo “mais rockeiro” do Brasil. Cantor, compositor e produtor, costumavam inverter as cordas do violão para tocar o instrumento.

Leonildo Sanches de Carvalho nasceu em Anhumas (SP), em 27 de abril de 1936, e fez seu nome na música sertaneja ao lado do colega Robertinho. A dupla marcou o sertanejo por quebrar o tradicionalismo caipira vigente na época, usando longos cabelos, roupas extravagantes e muitas jóias. Por causa disto receberam o apelido de “os hippies do sertanejo“. Eles também foram os primeiros do gênero a utilizarem instrumentos eletrônicos, como guitarras, em suas músicas.

A dupla gravou 28 discos e participou de diversos programas de televisão. Em 1969, graças ao sucesso de Apartamento 37, tornaram-se os primeiros sertanejos a ganharem um Disco de Ouro. Mas o maior sucesso da dupla foi a canção Último Julgamento, confira:

No auge da fama, a dupla estrelou o filme Chumbo Quente (1978), dirigido por Clery Cunha. O roteiro do filme foi escrito pelo próprio Léo Canhoto.