Início Geral

Peça que mostra Jesus como trans vira alvo de deputados

Políticos se manifestaram contrários ao conteúdo e até apresentaram notícia-crime

24
O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu: Foto - reprodução

A figura de Jesus em representações artísticas voltou a virar o centro das atenções. Dessa vez, o alvo foi uma peça intitulada “Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu”, exibida no YouTube no dia de Corpus Christi, que aconteceu na quinta-feira (11), e traz Cristo como travesti.

O fato causou protesto de políticos, entre eles deputados estaduais de Pernambuco, onde a peça chegou a ter a exibição proibida em 2018. O parlamentar Manoel Ferreira (PSC), disse que a exibição da peça no YouTube é uma afronta aos cristãos.

“Essa apresentação desrespeita a família cristã. Não é questão de impor uma posição. Mas a questão é que o direito dos produtores da peça acaba quando afronta a religião, colocando Jesus como um transexual. É um absurdo que deve ser repudiado” – disse.

A deputada Clarissa Tércio (PSC) endossou as críticas e anunciou que protocolou uma notícia-crime contra a exposição do conteúdo. A parlamentar já foi autora de outras ações sobre manifestações artísticas que associaram Jesus ao homossexualismo, como um vídeo do canal Porta dos Fundos em que Cristo beijava Judas.

“É inadmissível esse desrespeito com os cristãos. Não podemos mais permitir que ridicularizem, zombem e desrespeitem e nossa fé” – afirmou Clarissa.

Outro político que se manifestou foi deputado William Brigido (Republicanos) que criticou a montagem dizendo que o conteúdo desrespeitava o povo cristão.

“Aqueles que defendem esse tipo de abordagem precisam respeitar a liberdade e o direito do outro, neste caso, o respeito ao povo cristão” – completou.