Início Polícia

Polícia Militar apreende vinte pássaros silvestres em crime ambiental

Autor do crime foi multado em 10 mil reais

123
Apreensão das aves pela Polícia Militar aconteceu neste domingo

Policiais Militares estavam em patrulhamento preventivo pela Rua Piauí, no Jardim do Bosque, em Matão, momento em que avistaram um indivíduo, estando na calçada com vários pássaros em gaiolas penduradas nas árvores e, com a aproximação policial passou a demonstrar sinais de incômodo.

O rapaz foi submetido a busca pessoal e nada de ilícito foi encontrado, inquirido a respeito dos pássaros silvestres mantidos em cativeiro, assumiu a propriedade, bem como a prática de crime ambiental e, após serem visualizados mais exemplares engaiolados na casa, franqueou a entrada dos policiais cabos Torryan e Santana, onde foram encontrados mais exemplares proibidos e outros autorizados, conforme a legislação.

Diante da flagrância do crime ambiental o delegado de plantão Dr. Marlos Marcuzzo foi cientificado e o mesmo solicitou para que fizesse a primeira etapa da apreensão via sede da  4ª CIA PM, em seguida foi acionado o Policiamento Ambiental, que compareceu para a constatação e apreensão.

Na sequência, em operação conjunta, retornaram para o local dos fatos, sendo localizados mais dois exemplares de posse proibida, onde o autor P. H. de O. foi autuado administrativamente em R$10.000,00 (dez mil reais), tendo 20 exemplares silvestres apreendidos.

Os pássaros passarão por consulta veterinária, onde será determinado o Estado Bravio ou Domesticado e posterior soltura ou Centro de Triagem.

O autor será encaminhado a Coordenadoria de Fiscalização da Biodiversidade de São Carlos-SP, para fins de pagamentos de multas e audiência criminal ambiental, respondendo de início em liberdade.

Foram apreendidas as seguintes espécies silvestres:

  • 02(dois) – Trica Ferro
  • 07(sete)- Bigodinho
  • 01(um) – Tico-Tico
  • 10(dez) – Canários da Terra

Os demais pássaros que estavam na residência eram permitidos em cativeiro.

Colaboração: Fala Matão