Início Destaques

Direita e Esquerda em guerra na Terra do Sol

Família Bolsonaro ataca Edinho Silva e caldeirão político entra em ebulição na cidade

90

“Covarde, mau-caráter e canalha”

A vinda do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL) a Araraquara na segunda-feira tornou a cidade um caldeirão em ebulição política. O filho do presidente Jair Bolsonaro distribuiu cestas básicas a entidades e participou de uma ação do grupo político de direita na Câmara, que protocolou pedido de impeachment do prefeito Edinho Silva (PT) por “possíveis fraudes” na compra de respiradores. Em vídeo divulgado pelas redes sociais, Eduardo Bolsonaro chama o prefeito de Araraquara de “covarde, mau-caráter e canalha” e compara as ações de combate à fome do governo federal com a gestão do petista na cidade.

Edinho Silva rebate Eduardo Bolsonaro

Sobre as ofensas e ataques do filho do presidente da República, o prefeito Edinho Silva se pronunciou nesta terça-feira de manhã pelas redes sociais. “Sobre o ataque da família Bolsonaro a Araraquara: nossa cidade se destacou no combate à pandemia por defender a ciência e a medicina. O bolsonarismo prega negacionismo e incentiva o genocídio. Só isso explica essa obsessão por nos atacar: representamos a derrota ideológica deles”, escreveu no Twitter.

“Edinho fica! Fora Bolsonaro!”

O Partido dos Trabalhadores respondeu aos ataques e ao pedido de impeachment da direita opositora na segunda-feira (2) com uma manifestação em frente à Câmara Municipal nesta terça-feira (3), às 15h, mesmo horário da sessão ordinária. Com gritos de “Edinho fica! Fora Bolsonaro!”, militantes de esquerda ocuparam a frente do Palacete Carlos Alberto Manço, sede do Legislativo. Cerca de 150 participaram do ato de apoio ao prefeito de Araraquara.

Polarizou geral!

O Partido da Causa Operária, em seu jornal, publicou a manchete “Direita bolsonarista prepara golpe contra o prefeito Edinho Silva”. De acordo com a publicação, o ato de entrega de 2.233 cestas básicas é uma tentativa de fazer “assistencialismo de ocasião” em Araraquara, “com a finalidade de organizar o movimento de extrema-direita e impulsionar uma propaganda política contra a administração Edinho Silva”.

Pedido de cassação na sessão

Os vereadores analisam na sessão desta terça-feira (3) o pedido de recebimento de denúncia pela Câmara Municipal contra o prefeito de Araraquara, Edinho Silva (PT) e instauração de processo de cassação do mandato do Prefeito. Como se sabe, o Executivo tem a maioria no Legislativo. Assim, o requerimento deve morrer no ninho. E tudo só serviu para fazer barulho, polarizar grupos políticos e fomentar a guerra entre Direita e Esquerda na Terra do Sol.

A coluna ZumZumZum é publicada às terças e quintas no Portal RCIA