Início Política

Pesquisa Modalmais-Futura: Bolsonaro rouba votos de Moro, que encolhe

O ex-juiz Sergio Moro, pré-candidato à Presidência pelo Podemos, encolheu antes mesmo de a corrida eleitoral começar de fato e não mudou o cenário polarizado, de acordo com dados da Pesquisa Modalmais-Futura, divulgada nesta quarta ( 26). A terceira via não consegue se consolidar.

103
Segundo a enquete, a terceira via não consegue se consolidar e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) mantém a liderança enquanto o presidente Jair Bolsonaro (PL) parece ter recuperado os votos que foram para Moro tanto nas respostas estimuladas quanto nas espontâneas

Na enquete de intenção de voto espontânea para as eleições deste ano, a preferência dos entrevistados pelo ex-ministro da Justiça de Jair Bolsonaro (PL), se as eleições fossem hoje, passou de 4,2% para 3%, entre dezembro e janeiro. Lula teve 33,7% da preferência na pesquisa, enquanto que o atual chefe do Executivo, ficou com 31,4%. Em dezembro, o petista tinha 33,2% das intenções de voto espontâneas, o que praticamente mostra estabilidade. Já Bolsonaro, 29,3%.

Ciro Gomes (PDT), em quarto lugar, teve 2,3% das citações, abaixo dos 2,8% de dezembro, e João Dória (PSDB), 0,3%, registrando queda frente à taxa de 1% na pesquisa anterior. Os pré-candidatos Simone Tebet (MDB), Rodrigo Pacheco (PSD) e Felipe D´Ávila (Novo) não pontuaram.

Brancos e nulos, responderam por 6,4% e indecisos, por 21,7%. Em dezembro, esses percentuais eram de 5,8% e 21,8%, respectivamente. O levantamento entrevistou 2 mil pessoas, por telefone, entre os dias 17 e 21 de janeiro. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais.

Na pesquisa de intenção de voto estimulada, a preferência por Moro se as eleições fossem hoje também encolheu. Caiu de 9,8% para 8,5%, entre dezembro e janeiro. Lula manteve-se firme na liderança com taxas de 36,9% a 42,2% nos cenários pesquisados, vencendo todos os opositores em um eventual segundo turno. O petista agora é o único capaz de derrotar Bolsonaro.

Em dezembro, o ex-juiz vencia Bolsonaro em um eventual segundo turno, com placar de 39,7% contra 38,8%. Nesta nova pesquisa, perde de 33,7% a 36,9%.  De acordo com a enquete, 48% dos entrevistados votaram em Bolsonaro no segundo turno de 2018.

Por Rosana Hessel (Correio Braziliense)