Início Destaques

Professor Coca Ferraz dispara outra vez contra governo de Edinho Silva

Pré-candidato a prefeito pelo PSL, Coca Ferraz acha normal Marcelo Barbieri conversar com os partidos políticos da cidade em um ano eleitoral. Ele também diz que João Farias é um político brilhante e que lamenta, por conta do governo petista, ver Araraquara mergulhada num período decadente.

229
Coca Ferraz pré-candidato a prefeito em Araraquara

Nesta quinta-feira (23), o pré-candidato a prefeito em Araraquara, o professor Coca Ferraz (PSL) se manifestou publicamente sobre o comportamento do ex-prefeito e ex-deputado Marcelo Barbieri também estar se colocando como prefeiturável nas eleições municipais de novembro e se reunindo com vários partidos, inclusive o seu – o PSL.

Ao RCIA, Coca Ferraz que já tem feito uma série de críticas ao governo do PT em Araraquara, disse que – não buscar criar polêmicas com quem quer que seja, no entanto deixa claro que seu objetivo é continuar analisando as perdas que o município vem tendo pela falta de uma política mais equilibrada voltada para o desenvolvimento econômico e a qualidade de vida das pessoas nos últimos anos.

“Vejo com naturalidade esta série de diálogos, pois estamos num período em que os candidatos e as coligações estão se definindo. Conversar faz parte da política. O que não se deve fazer é dar a palavra assumindo compromisso e depois voltar atrás, pois isso coloca as pessoas em situação difícil”, disse Coca Ferraz a nossa reportagem.

Em tom de esclarecimento o RCIA questionou Coca Ferraz sobre o que o ex-vereador João Farias teria dito recentemente insinuando que ele (Coca) havia assumido compromisso de ir para o partido dele (Republicanos, antigo PRB) e não foi.

Coca Ferraz, atualmente inscrito no PSL respondeu: “O João e eu fizemos um acordo por ocasião das últimas eleições. Depois disso, nas nossas conversas aparecia a possibilidade de eu ingressar no Republicanos, o que por algumas razões não aconteceu. Ele, como grande liderança do partido, sendo inclusive o Secretário Estadual, ficou chateado pois quer ver o seu partido crescer – o que é totalmente legítimo. Para mim o episódio está superado e eu continuo a ter grande admiração por ele, pessoa física, e pelo político brilhante que é – basta dizer que hoje é o Secretário de Habitação da cidade de São Paulo”.

E sua pré-candidatura a prefeito pelo PSL como vai?, perguntamos. Ele respondeu: “Muito bem. Continuamos a mostrar a difícil situação que se encontra Araraquara em decorrência do péssimo governo que temos, utilizando a mídia social e material impresso distribuído em toda a cidade. Com números mostramos que estamos ficando para trás das cidades maiores do nosso estado, em particular da nossa região. Isso é muito triste, pois no passado Araraquara era considerada modelo de desenvolvimento. Políticos e técnicos do país e do exterior vinham aqui para conhecer o nosso sistema de transporte coletivo, o sistema de água e esgoto, a arborização, o asfalto, a limpeza pública, as praças e muitas outras coisas. E o que vemos agora é uma cidade ficando para trás, como mostram de forma clara os números da Revista Exame sobre quais as cem melhores cidades do país para se investir: Araraquara que estava na posição 45 em 2016, hoje está fora da lista abaixo de 100, enquanto todas as outras cidades grandes da região estão na lista”.

Na sua opinião, após gravar vários vídeos que segundo ele espelham o cenário vivido por Araraquara, só “iremos retomar o desenvolvimento tirando esse péssimo governo que aí está”, comentou. “Essa é a solução para salvar Araraquara do retrocesso cada vez maior que virá se o atual governo continuar. Esse governo que hoje temos está tirando o futuro da cidade, de todos nós que vivemos aqui, crianças, adolescentes e adultos”, concluiu.