Início Política

Vereadora pede informações sobre casos de Covid-19 entre a população negra de Araraquara

Requerimento foi apresentado por Thainara Faria

707

Considerando o elevado número de mortes e de pessoas atingidas pelo coronavírus em todo o Estado de São Paulo e preocupada com o recorte racial das pessoas atingidas pela contaminação e óbito de Covid-19 na cidade de Araraquara, a vereadora Thainara Faria (PT) apresentou requerimento ao Executivo solicitando informações quanto à contaminação, óbitos e tratamento dos negros e negras araraquarenses acometidos pela doença.

Como apontam estudos e boletins recentes, a população negra tem maior chance de contrair a doença, haja vista a situação socioeconômica dos indivíduos, falta de saneamento básico, insegurança alimentar e falta de acesso à assistência médica. Recentemente, a Prefeitura de São Paulo emitiu Boletim Epidemiológico informando que o risco de morte de pessoas negras por Covid-19 é 62% maior que em pessoas brancas.

Entendendo a importância deste levantamento para que sejam executadas políticas públicas efetivas de prevenção à saúde da população negra, Thainara, a partir da analise conjunta com diversos grupos de trabalho independentes viu a necessidade de levantar um recorte étnico-racial com relação à apuração de contaminações e óbitos das pessoas pretas e pardas diagnosticadas com a Covid-19.

“A Lei Municipal nº 6.448 de 9 de agosto de 2006 instituiu a obrigatoriedade de incluir o quesito cor/raça nas fichas de atendimento das secretarias e coordenadorias municipais, bem como de todos os órgãos públicos municipais de atendimento à população e precisamos saber se em Araraquara estes levantamentos estão atualizados”, argumenta a parlamentar.

Nesse sentido, a vereadora pede à Prefeitura e à Secretaria Municipal da Saúde, por meio do Requerimento nº 462/2020, o encaminhamento de informações completas sobre contágio, óbitos e tratamentos das pessoas pardas e pretas do município de Araraquara, diagnosticadas com a Covid-19.

Segundo a parlamentar, o objetivo do requerimento é entender os dados relacionados aos riscos da população negra da cidade para cobrar ações afirmativas pertinentes.