Início Seu Pet

Animais de estimação trazem alívio e reduzem estresse em meio a isolamento social

71

É fato que os animais de estimação podem ser uma fonte de alívio do estresse. Gatos e Cachorros fofinhos fazem a alegria e dão sentido à vida de muitas famílias.

Estudo de 2016 conduzido pelo Human Animal Bond Research Institute, foi descoberto que 74% das pessoas que possuem animais de estimação relataram que percebiam melhorias na sua saúde mental simplesmente por terem um amigo peludo.

Outro estudo de 2019 da Universidade Estadual de Washington também determinou que fazer carinho em um gato ou cachorro por 10 minutos traz um impacto significativo em estudantes universitários estressados.

Conforme relato de Murphy Moroney: “Desde os meus 20 anos, eu sempre tive vários animais de estimação. E enquanto eu nunca me importei de ser acordado com um alto ‘miau! ’ A centímetros do meu rosto ou me queixando de passear com meu cachorro na chuva, fico ainda mais grata por eles durante esse período de auto isolamento.

Moroney tem cinco gatos e o seu cão Yogi, a companhia desses amiguinhos traz para ela muitas alegrias benefícios. Ela trabalha em casa em alguns dias por semana se vê enlouquecida pelos momentos de tensão trazido por essa pandemia e os seus animais de estimação são o remédio instantâneo para ansiedade, seja acariciando ou fotografando eles.

“Meus animais de estimação também são um trunfo incrível para minha nova rotina noturna. Seja lendo um livro no Kindle ou assistindo episódio após episódio das reprises de Os Sopranos, um dos meus animais de estimação se junta a mim no sofá. Quando os dias parecem derreter um no outro, eles me ajudam a ter pequenos momentos positivos e memoráveis para interromper meu tempo gasto isolada em minha casa”, conta Moroney.
O cão Yogi, trouxe a Moroney um sentimento de equilíbrio: “Como eu moro no terceiro andar, não tenho um quintal para ele correr. E isso significa que eu tenho que andar com ele pelo menos duas vezes por dia, no mínimo, mesmo qu e eu não necessariamente queira ir lá fora”, completa Moroney: “Isso ajuda a ter pequenos momentos positivos e memoráveis para interromper meu tempo gasto em ambientes fechados”.

Conclui Moroney: “Sempre me sinto mil vezes melhor quando volto para dentro de casa, minhas caminhadas diárias me deixam a alguns minutos do meu computador e me impedem de verificar meu telefone por alguns minutos, algo que todos deveríamos estar fazendo agora! ”, aconselha Moroney.

“E mentalmente, eu realmente preciso dessa pausa. ”