Início Destaques

Pingo ganha novo lar após levar picada de aranha

Com o pescoço inchado, cão chamou a atenção do proprietário da chácara ao lado, que mobilizou a família e funcionários para levá-lo ao veterinário

137
Pingo, vira-latas de 8 anos, em seu novo lar

Não são apenas os humanos que enfrentam os percalços da vida, com situações inesperadas causando impactos na saúde. Nesta semana, Pingo, vira-latas de 8 anos que vivia livre e feliz em uma chácara próximo ao condomínio Volpi, teve seu sossego interrompido ao ser picado por uma aranha. 

Com o pescoço inchado, chamou a atenção do proprietário da chácara ao lado, que mobilizou a família e funcionários para levá-lo ao veterinário. Chegando lá, constatou-se que Pingo havia sido vítima de um aracnídeo.

Medicado, mas ainda debilitado pelo ferimento, acabou sendo acolhido pela designer gráfica Bete Campos, que decidiu adotá-lo para evitar que ele sofra outros ataques. “Ele ainda está inchado, com febre, dor, incomodado, com dificuldade para comer. Mas vai ficar bem com o tratamento para o inchaço”, conta a nova mãe adotiva de Pingo.

O desafio de Pingo agora é se adaptar ao novo lar e aos novos entes. “Tenho mais dois cães e cinco gatos. Ele tem que se adaptar pra ficar numa boa com a gente. Agora ele é um Campos”, completa.