Golpes que vão do vigário ao filho sequestrado em Araraquara. Eles não param de crescer.

Por Ivan Roberto Peroni

7