Início Agronegócio

Salles reitera compromisso pelo fim do desmatamento ilegal

Em entrevista, ministro do Meio Ambiente ressaltou a boa relação que se estabelece entre o Brasil e os EUA

22
O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, afirmou que o governo brasileiro está dedicado a pôr fim ao desmatamento ilegal até 2030. Para isso, contará com a ajuda do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden. “Da mesma forma que ajudaremos a resolver os problemas das mudanças climáticas, queremos auxílio no tema do de florestamento irregular”, disse, em entrevista ao Jornal da Manhã, da rádio Jovem Pan, nesta quinta-feira, 15. Conforme Salles, o Brasil é um dos países que menos emite gases estufa, porém, mesmo assim, está se voluntariando a colaborar com a agenda de preservação.

Além disso, o ministro ressaltou a boa relação entre Biden e o Brasil. “No passado, diziam que não haveria diálogo entre o dois países, e que ficaríamos isolados. Agora, que as conversas estão acontecendo, críticos pedem que Biden não fale com Bolsonaro”, observou Salles, ao mencionar o convite feito ao nosso país para comparecer à cúpula do clima. “O que nós vamos dizer no evento está relacionado aos planos de ação do nosso governo, estratégias, visões e reconhecimentos dos reais motivos que culminaram no desmatamento ilegal que existe hoje no país”, acrescentou o ministro.

CARTA DE BOLSONARO

À cúpula do clima, o presidente Jair Bolsonaro enviou na quarta-feira 14 uma carta firmando compromissos ambientais. Em troca, o Brasil receberá recursos financeiros para lidar com os problemas conexos no país.