Início Cidade

Dedicação ao ensino garante prêmio à Inayá Bittencourt

A professora recebeu o Diploma de Honra ao Mérito

371
A indicação da homenageada foi feita pelo vereador Delegado Elton Negrini (PSDB)

Na noite de quarta-feira (22), recebeu o Diploma de Honra ao Mérito da Câmara Municipal de Araraquara pelos serviços prestados à sociedade, a professora doutora Inayá Bittencourt e Silva. A solenidade, realizada no Salão Nobre da Universidade de Araraquara (Uniara), foi conduzida pelo vereador Elias Chediek (MDB), que, na ocasião, representou o presidente da Casa de Leis, Tenente Santana (MDB). A indicação da homenageada foi feita pelo vereador Delegado Elton Negrini (PSDB).

Com o auditório lotado por amigos, colegas de trabalho, familiares, alunos, a trajetória de Inayá foi relembrada como uma história de amor e dedicação à educação e ao ensino. Para Negrini, ela foi e é uma “mulher que esteve à frente do seu tempo e que veio ajudar a humanidade a avançar”.

O vice-prefeito e secretário do Trabalho e do Desenvolvimento Econômico, Damiano Neto (Progressistas), frisou a importância da homenagem. “Gerações e gerações se beneficiaram da atuação da professora, vidas foram transformadas, um reconhecimento justo.” Chediek ainda completou: “Desde a década de 60, ela vem labutando nessa área e se aprimorando. Uma mulher de uma brilhante carreira, dedicada aos estudos e ao conhecimento. Peça fundamental pelas mudanças e crescimento da cidade”.

Professora, diretora, supervisora de ensino, mestre e doutora são títulos de conquistas que teve durante anos de trabalho. Em sua tese de mestrado, tratou do tema sobre as novas práticas pedagógicas, bem como o racismo silencioso dentro das salas de aula das escolas públicas. “Eu sou contra a discriminação racial e acredito que a educação é importante para esclarecer a não existência dessa diferença racial. As pessoas não falam, mas são racistas e, por isso, eu lutei contra isso durante todo o meu exercício”, declarou.

Um exemplo que inspirou muita gente. Para o aluno Marcos Olyver, tê-la como professora foi também ter uma amiga. “Ela me deu uma motivação de vida, me impulsionou para eu seguir minha carreira de jornalista e também na política, a partir das aulas de ciências sociais e políticas na faculdade.” Para o filho Eduardo Bittencourt, com a referência em casa, os caminhos se abriram de forma simples. “Foi muito fácil ser uma pessoa melhor a partir do exemplo dela”.

Sobre a homenageada

Inayá Bittencourt e Silva nasceu em Araraquara. É filha de Altivo Bittencourt e Hilda Perez Bittencourt, e seguiu sua vocação, ser professora. Possui graduação em licenciatura em Ciências Sociais pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Araraquara, graduação em licenciatura em Pedagogia pela Faculdade de Educação São Luis de Jaboticabal, graduação em Matemática pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Araraquara, mestrado em Ciências Sociais – Sociologia Rural e Urbana pela Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara e doutorado em Ciências Sociais – Antropologia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

Atualmente, é professora titular da Uniara, atuando principalmente nos seguintes temas: sociologia e filosofia da educação, profissão docente, discriminação na educação, cotidiano escolar e ensino e aprendizagem.

 

Confira as fotos aqui