Início Cidade

Morre Nivaldo Ventura Nascimento, o “Nivaldinho” da Ferroviária

O ex-diretor social da Ferroviária, ainda que com muita fé e esperança, vinha enfrentando nos últimos tempos várias cirurgias em seu coração

201
Nivaldo Ventura Nascimento, ex-diretor social da Ferroviária

Nivaldo Ventura Nascimento nos anos 70/80 por ser uma pessoa extremamente alegre, festiva, foi chamado pelo ex-presidente da Ferroviária, Antonio Parelli Filho para ser diretor social do clube. A partir dali a Ferroviária parecia ter uma proximidade ainda mais forte com sua torcida.

Pouco antes de se envolver com o esporte, Nivaldo havia ocupado o cargo de diretor comercial da Rede Mulher de Televisão, sediada em Araraquara. Outro fator que, agindo no setor de vendas no auge da imprensa de Araraquara, tinha o reconhecimento desta convivência.

Grandes eventos foram realizados por ele no período que participou das atividades diretivas da Ferroviária: próximos estavam companheiros inseparáveis – Parelli Filho, Mário Joel Malara, Milton Cardozo e tantos outros que destinaram ao clube parte de suas vidas. Chegou a ser o presidente de honra da Torcida Boca-do-Lixo, pioneira em Araraquara e de reconhecimento nacional, quando as torcidas começaram a despontar como organizadas dentro do futebol brasileiro.

Com o passar do tempo, “Nivaldinho” como era carinhosamente chamado levou seu sorriso permanentemente em festa para Dourado e lá ficou, aparecendo de vez em quando nas redes sociais para demonstrar o quando gostava de Araraquara.

Pela proximidade com a população de Dourado que tanto o queria bem, Nivaldo recebeu em 2008 o título de Cidadão Douradense. Contudo, os problemas cardíacos e a série de cirurgias – pelo menos quatro – enfraqueceram seu corpo, mas nunca tiraram dele a vontade de viver.

Seu falecimento foi anunciado horas atrás pela família; o corpo será velado na manhã de quarta-feira (27) no Memorial Fonteri, por três horas, depois levado para o sepultamento em Dourado. Nossos sentimentos à toda família.