Início Cidade

“Nossa luta é contra o luto”, desabafa auxiliar de enfermagem

"Deus nos proteja e proteja a população. Não estamos preocupados apenas em estar sobrecarregados de trabalho, mas estamos cansados psicologicamente de ver tanto sofrimento", diz Adriel Lozano Campos

59

O auxiliar de enfermagem Adriel Lozano Campos é mais um trabalhador na linha de frente do combate à covid-19. Neste relato, ele conta um pouco do sofrimento dos profissionais de saúde na UPA da Vila Xavier, descrevendo o dia em que perdeu um ente querido e ficou dividido entre consolar a família e continuar atendendo os pacientes infectados pelo coronavírus.

Equipe da UPA na linha de frente: Monique Camargo, Afonso P. Lopes, Adriel Lozano Campos, Bernadete e Dr. Anderson

“Plantão do dia 24/02/2021, UPA da Vila Xavier, Araraquara, uma minúscula pausa pra foto. Após essa foto, partimos ao procedimento de intubação de um paciente jovem, covid +, grave, o plantão estava tenso, lotado, a rede de oxigênio não suportando a demanda, recorríamos à torpedos de transporte pra suprir os pacientes, uma correria, todos dando o máximo de si. Por volta das 0h40, enquanto eu ainda estava nos cuidados desse paciente jovem que já havia sido intubado, meu celular tocou, estavam me avisando que meu sogro tinha falecido.

Eu entrei em parafuso, chorei como criança, porque precisava ir, precisava estar ao lado da minha esposa, da minha sogra, era só eu que elas tinham naquele momento, e também sabia que seria eu quem iria preparar o funeral, mas ao mesmo tempo, como sair dali? Deixar meus colegas que já estavam tão sobrecarregados seria um a menos na equipe, pacientes precisando de nós…

Foi a decisão mais difícil que tive que tomar na minha vida, mas com o apoio da enf. Monique Camargo, Dr. Afonso P. Lopes, minha parceira Bernadete (estes eram os que estavam comigo na sala de emergência naquele momento ) eu saí dali, dividido em dois. Queria ficar, mas queria ir. Parece poético o que estou escrevendo, mas só quem está passando sabe do que estou falando.

Deus nos proteja e proteja a população. Não estamos preocupados apenas em estar sobrecarregados de trabalho, mas estamos cansados psicologicamente de ver tanto sofrimento, pessoas jovens morrendo, famílias destruídas!! Que todos tenham consciência que o momento é grave e reflitam sobre suas vidas, se protejam, protejam a quem amam. “Nossa luta é contra o luto.”