Início Cidade

Prefeito pede apoio da população na luta contra o novo coronavírus

Mesmo com o retorno do atendimento presencial no comércio, população deve evitar aglomerações e só sair de casa se necessário

66
Edinho Silva e a Secretária de Saúde Eliana Honain

O prefeito Edinho utilizou suas redes sociais para pedir a compreensão da população no enfrentamento ao novo coronavírus, causador da pandemia da doença Covid-19. Em transmissão ao vivo, na quarta (3), o prefeito ressaltou que as pessoas devem evitar aglomerações e só sair de casa se for necessário.

“Estamos vencendo essa guerra, mas ainda não superamos a Covid-19. Para que isso ocorra, preciso do compromisso de toda a população de Araraquara. Nós fizemos e estamos fazendo a nossa parte. A Prefeitura está trabalhando muito, mas não dá para admitir um crescimento tão forte da doença desta forma”, afirmou.

Nos últimos dias, houve um forte crescimento de casos diários no município, acima da média que era registrada: foram 34 casos confirmados na quarta-feira (3) e 28 nesta quinta-feira (4), levando o total de casos para 323.

Esse aumento não é reflexo da recente reabertura presencial do comércio, e sim do relaxamento do isolamento social mesmo em meio à quarentena. Desde o mês passado, a média da taxa de isolamento fica em torno dos 40% nos dias úteis da semana, segundo os dados do Governo do Estado. O índice é considerado abaixo do esperado pelas autoridades de saúde, de pelo menos 55%.

“Se você puder, fique em casa. Não participe de aglomerações públicas. Evite juntar as pessoas na sua casa. Faça a sua parte. Vamos juntos, unidos, derrotar o coronavírus”, reforçou Edinho.

Segundo a enfermeira sanitarista Fabiana Araújo, da Vigilância em Saúde, reuniões de família têm representado grande risco de transmissão da doença. “A gente está vendo muitas confirmações nos núcleos familiares extradomicílio. E não são de pessoas que moram na mesma casa, mas de cunhados, tios, primos, sogros. As famílias estão se reunindo, e isso ainda não é recomendado”, orienta Fabiana.

Volta do comércio
Na mesma transmissão pelas redes sociais, o prefeito explicou que Araraquara conseguiu a retomada gradual dos setores econômicos devido aos investimentos realizados contra a Covid-19: a implantação do polo de triagem na UPA da Vila Xavier, a construção do Hospital da Solidariedade (com 20 leitos de UTI e 31 leitos de enfermaria), a ampla testagem de pacientes sintomáticos, entre outras medidas.

“O Governo do Estado de São Paulo reconheceu o nosso trabalho, a estrutura que nós montamos, e disse a nós que Araraquara poderia começar a retomar, com muito cuidado e cautela, nossa atividade econômica. Se nós não continuarmos enfrentando com seriedade a doença, e se você não fizer a sua parte, nós poderemos retroceder e ter que fechar estabelecimentos comerciais e desativar atividades econômicas que são importantes. Sabemos que muitas empresas estão fechando. Muitos trabalhadores estão desempregados. Nós não queremos isso. Queremos a economia funcionando com responsabilidade, mas também queremos cuidar de vidas, cuidar das pessoas”, salientou o prefeito.

O Comitê de Contingência do Coronavírus orienta que a população continue dando prioridade para as compras online e para o delivery, deixando para comparecer ao comércio apenas se for estritamente necessário.

O mesmo é recomendado em relação aos serviços públicos, já que o atendimento presencial será retomado no Paço Municipal, no Daae, na Subprefeitura da Vila Xavier e na Subprocuradoria Geral Fiscal e Tributária a partir de segunda-feira (8), somente mediante agendamento. A população deve dar prioridade aos canais online, como o site da Prefeitura (www.araraquara.sp.gov.br) e do Daae (www.daaeararaquara.com.br).