Início Esporte

Líder da Série A3, Noroeste encerra as atividades e voltará em 2021

Presidente do Norusca espera bom senso e acesso para a Série A2; presidente da FPF reafirma que campeonato será decidido no campo

57
Crédito: Bruno Freitas / EC Noroeste

O Esporte Clube Noroeste de Bauru confirmou o encerramento de suas atividades para este ano. Líder da Série A3 do Campeonato Paulista, o clube decidiu encerrar todos os contratos vigentes ou que aguardavam renovação, por falta de recursos financeiros devido a pandemia do coronavírus (COVID-19).

“Se despedem do clube todos os jogadores do atual elenco, cujas datas de 90% dos contratos expiraram em maio, a comissão técnica, profissionais de manutenção, cozinha, lavanderia, vigilância, administrativo e comunicação. Todos notificados internamente. As redes sociais do Norusca, que somam mais de 57,8 mil seguidores em Facebook e Instagram, também estarão congeladas a partir de amanhã, por tempo indeterminado
A direção do clube vai providenciar vigilância terceirizada para preservar o patrimônio. A segunda parcela dos 50% dos salários acordados serão efetuados e depois os contratos serão formalmente rescindidos”, diz parte da nota.

Mesmo ocupando a liderança antes da paralisação, a diretoria do clube também não aceita o retorno do Paulista sem segurança sanitária, sem torcida e de forma deficitária. Todos os vínculos com os patrocinadores foram encerrados.

Apesar da pausa, o Norusca quer que o acesso para a Série A2 seja oficializado pela Federação Paulista de Futebol e fala em pré-temporada visando a nova divisão.

“O Paulista 2020 acabou. O Noroeste reabrirá em dezembro para a pré-temporada da Série A2 de 2021. Aguardamos a oficialização do Acesso para recontratar os profissionais da comissão técnica e jogadores. Contamos com o bom senso e definição da Federação. Não é a decisão que gostaríamos, mas não há outra decisão a ser tomada senão esta”, disse o presidente Rodrigo Gomes, o Mosca.

PAULISTA VAI SER DECIDIDO DENTRO DE CAMPO

Em entrevista ao portal Futebol Interior nesta quinta-feira, o presidente da FPF, Reinaldo Carneiro Bastos, voltou afirmar que as competições serão decididas dentro de campo.

“Não haverá campeão ou acesso na canetada. O campeonato vai terminar em campo, quando as autoridades públicas permitirem. Todos os torneios da FPF serão decididos dentro das quatro linhas”, declarou.

A previsão de retorno das competições estão previstas para julho ou agosto. Os clubes da A1 voltam a se reunir na tarde desta sexta-feira, ainda sem uma data definitiva para o retorno da competição.