Início Cidade

Prefeitura e Daae iniciam planejamento para garantir abastecimento de água pelos próximos 20 anos

Ordem de serviço para atualização do Plano Diretor de Abastecimento de Água e do Plano de Segurança da Água do Município de Araraquara foi assinada nesta quinta (20)

22
O prefeito Edinho e o superintendente do Daae (Departamento Autônomo de Água e Esgotos), Donizete Simioni, assinaram nesta quinta-feira (20) a ordem de serviço para a revisão e a atualização do Plano Diretor de Abastecimento de Água e do Plano de Segurança da Água do Município, que abrangem a área urbana, o distrito de Bueno de Andrada e os assentamentos Bela Vista e Monte Alegre.

Na prática, isso significa que um levantamento será feito em 12 meses para planejar e garantir que a disponibilidade hídrica atenda a demanda de abastecimento da população de Araraquara pelos próximos 20 anos — a última revisão no plano havia sido feita em 2003.

O trabalho será executado pela Hidrosan Engenharia, contratada pelo Daae pelo valor de R$ 470 mil (com recursos do Fundo Municipal de Saneamento Básico).

Em sua fala, o prefeito Edinho destacou que, logo no início do mandato, reuniu-se com técnicos do Daae para resolver a situação de falta de água na região norte. Agora, a autarquia já está se planejando para o futuro. “Agora não estamos discutindo falta de água. Estamos discutindo planejamento. Se mudamos esse patamar, isso se deve aos servidores do Daae”, afirmou.

“Estamos tomando iniciativas para que Araraquara nunca mais sofra com a falta de água. Vamos pensar a Araraquara que queremos construir para as futuras gerações”, reforçou Edinho.

Para o superintendente do Daae, Donizete Simioni, o Daae está sendo pioneiro ao já planejar as próximas décadas. “O que estamos assinando não é uma obra física, mas vai ter uma importância estratégica para o município de Araraquara. Nós estamos pensando para daqui a 20, 30 anos”, declarou.

Em nome da Câmara Municipal, o vereador Toninho do Mel (PT) enalteceu a iniciativa. “É um dia muito feliz. Quem ganha é a população de Araraquara.”

A professora doutora Ângela Di Bernardo Dantas, representando a Hidrosan Engenharia, também elogiou a ação. “Isso vai permitir que a cidade planeje todos os investimentos na melhoria do abastecimento de água. Agradeço muito pela oportunidade e espero atender as expectativas do Município”, afirmou.

Ainda estiveram presentes no evento a secretária de Obras e Serviços Públicos, Anna Padilha, além de diretores e servidores do Daae.

Abastecimento

O sistema atual de abastecimento de água em Araraquara é composto por 3 captações de água superficial (Cruzes, Anhumas e Paiol), cada qual com seu respectivo sistema de adução de água bruta, e 2 estações de tratamento de água (ETA Fonte Luminosa e ETA Paiol) que, juntas, respondem por 35% do abastecimento público municipal.

O Daae também explora o Sistema Aquífero Guarani por meio de 25 poços profundos, dos quais a maioria transporta para centros de reservação e distribuição, representando 65% do abastecimento público municipal.

Ao todo, o sistema dispõe de 25 centros de reservação, com 44 reservatórios e rede de distribuição delimitada em 13 setores de abastecimento, 1.500 km de redes de distribuição e 100.000 ligações domiciliares, abastecendo 100% da população urbana.