Santa Casa realiza 1º Simulado de Incêndio e Abandono

Ação envolveu Brigada de Incêndio do hospital, Corpo de Bombeiros e Policiamento de Trânsito

809

O Hospital Santa Casa de Araraquara realizou, nessa sexta-feira (24), seu primeiro Simulado de Incêndio e Abandono. A ação contou com a participação de 30 brigadistas do próprio hospital, além de uma equipe do Corpo de Bombeiros e policiais de trânsito.

Equipes do Bombeiro e Transito participaram com os brigadistas

Seria uma cena perturbadora se fosse verdade, porém, o que se viu na tarde dessa sexta-feira no setor de Pediatria da Santa Casa, não passou de um teste. Acontece que cerca de 30 membros da equipe da Brigada de Incêndio do hospital realizaram uma simulação de princípio de incêndio em um dos quartos do setor da Pediatria.

Uma das vítimas sendo retirada do quarto onde se iniciou o incêndio

Na simulação, duas mulheres que estavam no local, sofreram queimaduras por várias partes do corpo e foram socorridas por funcionários do hospital que fazem parte da Brigada. Uma das vítimas, que apresentava um quadro menos grave, foi estabilizada e sorrida por uma ambulância. Já a outra que sofreu queimaduras mais graves, foi colocada em uma maca e conduzida pela parte interna do hospital, que não foi atingida pelo incêndio, até o setor de emergência, onde passaria por atendimento médico. Uma gestante também foi removida do local, mas não ficou ferida.

Cerca de 50 pessoas que aguardavam atendimento no setor de diagnósticos por imagem foram conduzidas pelos brigadistas para uma área externa do prédio para o atendimento das vítimas.

Vítima sendo socorrida pela equipe da Brigada

 

Desenvolvimento em busca da eficiência

De acordo com o supervisor de segurança do trabalho, Edmilson Rodrigues, que coordenou o simulado junto com a Brigada de Incêndio, foram dois meses de preparação até a realização do trabalho que contou com 30 brigadistas, bombeiros e agentes de trânsito. O próximo teste deve acontecer em junho.

“Faz dois meses que estamos nos preparando para realizar o simulado, mas desde o início do ano passado estamos fazendo reuniões para o desenvolvimento da nossa Brigada de Incêndio. Ao todo são 180 funcionários do hospital que participam da Brigada, distribuídos em três turnos. Esse simulado de hoje serviu como mais um treinamento dos brigadistas da instituição para mostrar a realidade da situação, colocar o pessoal em um contexto real. Mostrou também a importância da união dos esforços entre a Brigada e o Corpo de Bombeiros para o sucesso da ação. Este foi um pequeno passo que engrandece a instituição na busca da eficiência nos serviços e, na nossa atividade principal, que é salvar vidas”, explica o coordenador.

Todos os envolvidos no 1º Simulado de Incêndio da Santa Casa

Práticas de segurança

Para a enfermeira da qualidade, Geovana Anschau, a ação dá mais segurança à equipe. “Eu participei do simulado, pois o meu setor fica na mesma área da Pediatria. Achei muito importante porque o treinamento nos dá mais segurança em uma ocorrência real. Isso mostra que o hospital vem em busca de melhorar suas práticas de segurança, tanto dos funcionários como dos pacientes. Esse evento veio para complementar as ações de segurança que são tomadas durante todo o ano”, relatou a enfermeira.

Certificação internacional

A assessora de imprensa da Santa Casa, Maricy Celebroni, explica que o simulado faz parte de uma série de medidas tomadas pelo hospital no sentido melhorar a eficiência das práticas de segurança, entre outras coisas. “Durante as 24 horas do dia, passam cerca de 900 funcionários e 300 pacientes pelo hospital, entre internações, ambulatório, setor de exames e emergência. A nossa preocupação com a segurança dessas pessoas é constante, por isso, estamos sempre aprimorando a nossa Brigada de Incêndio, através de treinamentos e reuniões. Mas esta é apenas uma das áreas abrangidas pelas melhorias que estão sendo feitas no hospital que busca uma certificação internacional”, ressaltou.

Equipe do Corpo de Bombeiros participou do simulado

Trabalho integrado

O Sub Tenente Mazzei, que coordenou a equipe do Corpo de Bombeiros que participou do simulado, falou sobre a importância da integração do trabalho dos brigadistas do hospital e os bombeiros. “A Santa Casa é uma referência no atendimento regional do setor de emergência, e a participação do Corpo de Bombeiros nesse simulado é no sentido de integrar todos os órgãos envolvidos em uma situação de abandono de edificação ou de um incêndio que vêm de encontro com um planejamento das ações, a organização, pensando na redução do que possa acontecer de errado. A grande importância é integrar os recursos e organizar os materiais e equipamentos que a gente tenha a disposição de forma contínua para minimizar o que possa acontecer em uma catástrofe ou em uma situação emergencial. Essa é a principal finalidade. Quero dar os parabéns aos organizadores e a Brigada de Incêndio da Santa Casa e dizer que a participação do Corpo de Bombeiros teve esse princípio de mostrar um pouco do que é a filosofia SICOE, que é o Sistema de Comandamento em Emergências”, destacou o bombeiro.