Início Cultura e Lazer

Jacintho apresenta seu primeiro disco no Sesc Araraquara

Tropical Desespero traz referências do brega e da música nordestina, numa mistura com vertentes do rock

311
Tropical Desespero, primeiro disco do compositor, tem o apoio do PROAC Editais

O músico e compositor Jacintho estará no Sesc Araraquara na próxima sexta (16), com o show de lançamento do seu primeiro álbum, Tropical Desespero, a partir das 20 horas. A sonoridade do álbum é uma mescla da autêntica música latina num universo contemporâneo, digital, em uma leitura pop. O show é gratuito e aberto a todos os públicos.

Mergulhado em uma intensa pesquisa na música latina, o artista constrói sua identidade através de uma lírica visceral e sua expressão de tom performático. Nascido e criado em Leme, no interior de São Paulo, Jacintho costura conceitos e percepções musicais atreladas com o forte fluxo migratório nordestino naquela região. Tudo isso se desdobra numa relação direta com a música nordestina e a música regional paulista, misturando fortes elementos da música pop latino-americana, numa relação antropofágica.

O primeiro EP do cantor foi lançado em 2017, seguido de uma série de singles. Jacintho construiu diversas parcerias: com o cineasta cubano Victor Guerrero, com a cantora paraense Sammliz, e com o músico também paraense Felipe Cordeiro.

Tropical Desespero, primeiro disco do compositor, tem o apoio do PROAC Editais, produção de Felipe Cordeiro e Rafael Barone (Liniker e os Caramelows). O trabalho faz uma abordagem direta sobre o contexto latino-americano, carregando uma série de analogias e interpretações entre relações humanas e perspectivas históricas da América Latina. Sua estética musical literalmente viaja sobre diversas construções rítmicas latinas mesclando-se em linguagens contemporâneas da música periférica latino-americana, construindo assim, uma identidade sonora peculiar.

Com uma pesquisa aprofundada na música latina, o artista traz de um lado referenciais de ritmos como o amenco, o baião, a cumbia e a salsa, e do outro lado, uma série de inspirações contemporâneas da música periférica da América Latina, como o reggaeton e o funk, mesclando esse conjunto todo em uma leitura pop. “Tropical Desespero” coloca em prática a proposta antropofágica musical de Jacintho, colhendo fragmentos sonoros, narrativos e contextuais.

Serviço
Show com Jacintho
Tropical Desespero
Dia: 16/8, sexta
Horário: 20h
Local: Garimpo
Classificação: livre
Grátis, sem retirada de ingressos.