Início Cultura e Lazer

Orquestra Virtual de crianças reúne alunos para tocar Trem das Onze

Coordenadora do projeto afirma que música "acalma e dá sentido à vida"

20

Vinte e três pequenos músicos flautistas, estudantes da rede municipal de ensino do Rio de Janeiro e integrantes das Orquestras de Flauta Doce Rivadávia Corrêa e Carneiro Felipe, gravaram a música Trem das Onze, de Adoniran Barbosa, cujo vídeo foi lançado esta semana pela prefeitura carioca, em nova edição da Orquestra Virtual. O vídeo faz parte do Programa Orquestra nas Escolas, da Secretaria Municipal de Educação.

Os alunos fizeram as gravações à distância, de casa, respeitando o isolamento social, e foram reunidos posteriormente na edição do trabalho, que juntou trechos de cada intérprete até a composição do arranjo final.

A flautista Ana Karla da Silva, de 10 anos de idade, uma das participantes desta edição da Orquestra Virtual, disse sentir falta de tocar nas apresentações e aulas presenciais com seus colegas e a professora. Mesmo à distância, ela afirmou ter “amado” tocar Trem das Onze. A canção, considerada um clássico da música popular brasileira, foi escolhida pela mensagem de que “nem a distância diminui o amor”, destacou Ana Karla. “Tenho saudades dos colegas, mas sabemos que esse é um período que vai passar e trazer muitos ensinamentos importantes”, avaliou a estudante.

Para João Victor Januário, de 11 anos, da Orquestra de Flauta Doce Rivadávia Corrêa, a boa relação com seus colegas e com a professora tem sido um apoio fundamental neste período de isolamento social. “Está sendo uma ótima oportunidade para eu aprender mais e ampliar meus conhecimentos. Eu fico esperando pelas aulas para poder tirar minhas dúvidas e estar em contato com meus colegas e com a professora que, mesmo quando nos corrige, está sempre alegre”, comentou o flautista.

Segundo a coordenadora do Programa Orquestra nas Escolas, Moana Martins, é importante manter o isolamento e o cuidado. Moana frisou que a música é importante nesse momento, porque ajuda a acalmar e dar sentido à vida. “Por meio dessa ação, a Secretaria Municipal de Educação busca mostrar a importância de nos mantermos ativos, mesmo isolados em casa. Vamos nos manter dedicados na nossa música daqui e sempre lembrando o porquê de fazermos isso”, salientou Moana.

Orquestra Virtual

A Orquestra Virtual foi criada após a decretação da pandemia pelo Programa Orquestra nas Escolas com o objetivo de promover apresentações musicais em que os alunos tocam e cantam de suas casas, sob a orientação de professores e maestros. A cada semana são lançados novos vídeos, com diferentes formações. Cerca de 200 alunos, integrantes de orquestras e coros, já participaram do projeto, tocando músicas como Amanhã, de Guilherme Arantes; Aquarela, de Toquinho; Enquanto houver sol, dos Titãs, e Preta Pretinha, de Moraes Moreira, informou a prefeitura, por meio de sua assessoria de imprensa.